Site de música   
Coberturas de shows

David Garrett no Espaço das Américas

Compartilhe:


Publicada em 28, Jul, 2015 por Fabiano Cruz


david-garrett-2015.jpg
Muitos músicos, mesmo com a dura e técnica formação erudita, sempre caem para a leveza e desconcentração da música popular – isso, claro, falando de forma muito superficial e abrangente, mas não vamos entrar em detalhes. David Garrett, violinista de formação erudita na famosa e conceituada Juilliard School of Music, é um desses músicos; virtuoso, trouxe ao Brasil sua nova turnê onde faz inúmeras releituras com seu violino, transitando com naturalidade entre o pop e o erudito.

Pode soar muito um “enlatado americano”, típico show pop do mercado de atrações musicais, porém Garrett sabe fazer do “show bussiness” algo realmente perfeito e emocionante. A casa Espaço das Américas teve nesse sábado lotação máxima; claro, em uma boa parte um público atrás da beleza visual da apresentação e do instrumentista – chega a ser hilário ver o quanto de “uau” e aplausos Garrett recebeu quando soltou seu cabelo -, mas o público que foi pela música em si realmente ficou de boca aberta com o que viu.

A apresentação foi bem calcada no Rock´ n´ Roll e em clássicos do clássico, contudo Garrett mostrou toda técnica e virtuosismo em várias vertentes musicais. A entrada triunfal onde apareceu no fundo da casa e passeou pelo público tocando um medley e consistiu de He´s a Pirate / Smooth Criminal / Smells Like Teen Spirit / Walk This Way (indispensável citar de quem são os clássicos) já mostrou o tom da apresentação. O carisma de Garrett já ganha o público, e quase sem pausas já toca Baila Me do Gipsy King e uma das melhores versões de Born In the U.S.A. que eu já escutei. O lado romântico veio com Ma Dove Sei, parceiria com Andrea Bocelli, a qual teve sua voz emprestada em playback, e seguiu com sua homenagem ao Brasil com uam releitura de Tico Tico no Fubá - só essa canção já valeu a presença no show.

Daí pra frente foi uma verdadeira aula de técnica instrumental e de arranjos musicais. A canção de Kate Bush Babooshka pelo violino de Garrett ganhou fortes sonoridades do folclore russo; Fuel do Metallica manteve seu peso; I Have a Dream do ABBA transformou a casa em um ambiente de pista de dança. Inacreditável a versatilidade de Garret, até mesmo nas releituras de Lacrimosa, uma parte do Requiem em Ré Menor de Mozart e de Fortuna Imperatrix Mundi, movimento da ópera Carmina Burana de Carl Orff; em vez de presenciarmos algo aos moldes do clássico, vimos um violinista acompanhado de um arranjo de banda coesa e forte, uma releitura pop e contemporânea sem perder a magnitude das obras.

Depois de uma pausa, Garrett e banda voltam com uma bela versão de We Will Rock You que abriu espaço novamente ao romantismo com Melancholia, composição própria que teve participação do cantor Sam Alvez, e We Are the Champions. Se engana quem pensa que Garrett brilha sozinho; sua banda é perfeita e coesa, como mostrado em um medley que teve a base principal a canção Dude (Looks Like a Lady) onde todos solaram. Talvez o ponto alto ficou nessa parte, pois a trinca da versão quase Heavy Metal da abertura da Sinfonia nº 05 de Beethoven, a sutileza na versão de Your Song de Elton John e a forte emoção passada com Requiem do compositor Giuseppe Verdi foi algo no mínimo mágico. Daí pra frente, foi só curtir o restante do show com as versões de La Bamba, Wrecking Ball, Viva La Vida, Master of Puppets e o término com Always on My Mind – só curtir, pois o que tinha para ser mostrado, Garrett já mostrou, desfilando toda sua técnica e virtuosismo.

No fim, um dos mais perfeitos shows que tivemos no Brasil até então nesse ano; não somente a escolha e os arranjos das músicas foram primorosos, aliados a fina e perfeita execução instrumental, mas também o som e a iluminação estavam maravilhosos, que junto com o gigante telão no palco (tomou conta de toda parede de fundo) complementaram com perfeição a apresentação. O difícil depois foi tirar da cabeça a já “pegajosa” melodia de Livin´ On a Prayer do Bon Jovi executada no timbre do violino...


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Em Apoteótica Apresentação, Bon Jovi Encerra o Segundo Dia do SP Trip
Primeira Noite do SP Trip Apresenta Três Gerações do Rock, com a Memorável Apresentação de The Who
Luiza Possi canta Michael Jackson num tributo emocionante no Teatro Porto Seguro
Super Tour de Pet Shop Boys passa por São Paulo
Overload Music Fest 2017
The Vamps em São Paulo
5 Seconds of Summer em São Paulo
In Concert: Roberto Carlos em São Paulo
Information Society na Audio Club - Festa da Toco
Festa Rádio Metropolitana com Skank

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.