Site de música   
Coberturas de shows

Revolution Radio: Green Day em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 04, Nov, 2017 por Marcia Janini


Green-Day-2017.jpg
Na última sexta-feira, 3 de novembro, a Arena Anhembi recebeu em grande estilo mais um show do Green Day na turnê mundial "Revolution Radio", com abertura da banda californiana The Interrupters.

Iniciando sua breve apresentação, por volta das 21h00 a banda The Interrupters sobe ao palco trazendo seu punk rock em canções vigorosas, cheias de energia...

Com ares de hino da nova geração do punk rock, com delicioso acento retrô "Take Back the Power" traduz em sua linha melódica as bases do punk clássico entremeada de elementos modernizantes na correspondência entre baixo e a guitarra em riffs rápidos de Kevin Bivona.

Para a canção "She Got Arrested" o vocal rascante e jovial de Aimee Interrupter surge repleto de atitude para a melodia pautada no punk rock de 2a geração, com esparsos elementos de ska bem pontuados pelo baixo de Justin Bivona em dub... Bateria em frenética condução, mantém o andamento constante.

"This is the New Sound" surge na boa fusão entre o punk, o pop e o ska, traduzindo uma interessante sonoridade urban em descontraída composição num excelente trabalho instrumental dos irmãos Bivona, antecedendo a clássica linha melódica na cadência ensolarada do ska traduzida por "Easy on You".

Nota para a boa introdução com o brilhante baixo em dub, acrescentando leve aura soul em "On a Turntable"; bateria cadenciada de Jesse Bivona em suaves afretados emoldura com graça o potente vocal de Aimee em mais um bom momento da apresentação da banda.

Encerrando a boa apresentação as divertidas "Sound System", na fusão com elementos do rap no rápido fraseado vocal de apoio nas conversões ao refrão e "Family", na cadência do punk clássico.

Subindo ao palco por volta das 22h00, o Green Day inicia sua apresentação com a descontração trazida por "Know Your Enemy" em meio ao impactante trabalho da cenotécnica, com canhões de fogo ao fundo do palco emoldurando o ciclorama tema da turnê e belíssimo esquema de iluminação. Para esta faixa, o band leader Billie Joe divide os vocais com um dos fãs, em demonstração de receptividade ao público.

Após a explosiva "Revolution Radio", canção título da turnê, surge o grande hit "Holiday" com sua melodia consistente, pautada na fusão entre o punk determinado pela bem pontuada bateria cadenciada de Tré Cool e o hard rock nas guitarras distorcidas; solo do baixo em dub nas conversões ao refrão traduz densidade à melodia.

A introdução vigorosa para "Letterbomb" com a guitarra rascante de Billie Joe Armstrong em viscerais acordes surge traduzindo grande dinâmica à melodia, repleta da potência desenvolvida pela bateria cadenciada e baixo em perfeito contraponto. Poderosa e descontraída, a canção encerra mais um importante ponto de sinergia entre a banda e seus fãs.

Após o instante intimista com "Boulevard of Broken Dreams" em suavizada versão trazendo o coro das vozes dos fãs, surge a forte introdução com a alquebrada condução da bateria em correspondência com o baixo, sinalizando de forma vigorosa a densa "Longview", uma canção repleta de breaks estratégicos apoiando a força do refrão.

Para a roqueira "2000 Light Years Away" uma explosão de forte dinâmica dos acordes encadeados da guitarra aliada ao baixo de Mike Dirnt em dissonâncias e rascantes profundos, linha melódica também adotada para a vigorosa "Armatage Shanks", encerrando dois pontos de grande densidade na apresentação.

"J.A.R. (Jason Andrew Relva)" traduz esparsos elementos da sonoridade heavy nos acordes solapados e rascantes da guitarra, ascendendo para a frenética vibração instrumental. Nota para a perfeita condução da bateria de Tré Cool, em conversões nada óbvias, mantendo a firme cadência da melodia.

Com guitarra distorcida na introdução o hit "Waiting" traduz aura de descontração para o frenético andamento da melodia, na fusão entre o punk rock e elementos da sonoridade pop. Bateria em dobrados intensos de Tré Cool acompanha a fúria instrumental dos potentes riffs da guitarra nas conversões. Amazing!

Para o sucesso "When I Come Around", na perfeita cadência do pop rock com elementos do grunge, surge um dos grandes momentos da apresentação na segura performance do potente vocal de Billie Joe, encerrando mais um momento especial do show com intensa participação do público.

"Welcome to Paradise", mais um clássico da banda, mantém a dinâmica forte e contagiante do show, trazendo diversão ímpar em puros e furiosos acordes da guitarra em distorção e condução frenética da bateria. Great!

Na brilhante "Minority", introdução da bateria em cadenciado ruflar dos tambores e baixo em contraponto, antecede a linear "Are We the Waiting", com guitarras dedilhadas nas conversões e gaita, traduzindo deliciosa aura country na finalização.

Suavizada na introdução "St. Jimmy" apresenta em sua melodia ralentada reflexivo instante ao show na moderna balada introdutória permeada com energia pela bateria. Ascendendo para o frenético andamento do punk rock na impressionante destreza instrumental e na belíssima performance vocal de Billie Joe, surge mais um importante momento do show.

Após o impactante solo da bateria de Tré Cool em evoluções de grande teor estético e dinâmico, surge a releitura para "Knowledge" de Operation Ivy com ares de jam session, trazendo o perfeito sax tenor jazzístico de Jason Freese para esse instante único... Mais uma participação especial de fã na condução da guitarra rítmica traduz ainda mais descontração a este ponto do show.

Posterior à execução do grande sucesso "Basket Case", surge a belíssima jam session de "King for a Day", com "Garota de Ipanema" (Tom Jobim) como canção incidental, em impressionante condução do sax tenor de Jason Freese, em homenagem aos fãs brasileiros.

Mantendo a divertida jam session, surge o medley entre vários clássicos da música em ousadas versões, indo do jazz clássico de The Isley Brothers com "Shout", passando pela divertida canção de Monty Python "Always Look on the Bright Side of Life", finalizando com excerto de "Satisfaction" (The Rolling Stones) e Hey Jude, clássico dos Beatles. Divertido!!!

Finalizando a enérgica apresentação, a execução de "Good Riddance (Time of Your Life)" em solo acústico de Billie Joe encerra com propriedade a noite, que trouxe variado set list onde constaram grandes sucessos da carreira da banda em canções como "Forever Now", "American Idiot", "Jesus of Suburbia", "Youngblood" e "Scattered".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Jota Quest Turnê 'Acústico' no Espaço das Américas
O Rappa turnê #ORappanobrennand no Espaço das Américas
Com produção impecável Maluma mostra porque merece o titulo de 'Rei do Reggaeton'
Jack Johnson, Turnê ´Summer Tour - 2017´ no Espaço das Américas
SOJA no Espaço das Américas
HonorSounds: De La Tierra + Armored Dawn em São Paulo
Revolution Radio: Green Day em São Paulo
ANAVITÓRIA o duo que está mostrando cada vez mais que veio para ficar.
Shattered Fortress: Mike Portnoy em São Paulo
One On One: Paul McCartney em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.