Site de música   
Coberturas de shows

Tarja Turunen no Tom Brasil

Compartilhe:


Publicada em 27, Oct, 2015 por Karina Cavalcante

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Tarja_Turunen_2015.jpg
Nesta agradável noite de sábado (24), o Tom Brasil teve a casa cheia de fãs de toda carreira da soprano finlandesa Tarja Turunen. A apresentação também contou com o show de abertura da banda paulista Mad Old Lady, que vêm ganhando destaque em território nacional e também internacional, tocando ao lado de grandes nomes do metal.

Por volta das 21:45 a banda Mad Old Lady entra no palco para o show de abertura, começando com "Vicking Soul", e comprimentam contentes o público de sua terra natal, anunciando "To Blind to See" como o próximo som.

O vocalista Eduardo Fagundes fala sobre o privilégio que foi ser a única banda brasileira a participar recentemente do festival Motorhead Motorboat e que estão felizes em voltar a tocar no Brasil, em seguida anuncia "Prison".

Eduardo conta que a próxima música que foi responsável pela Mad Old Lady assinar o contrato com a gravadora, pois foi a balada que consagrou a banda. E apresenta o tecladista Rafael Agostino, que faz um pequeno solo antes de "My Heart".

A faixa "Power of Warrior", que dá nome ao álbum de trabalho da banda, foi um show a parte, quando o público foi surpreendido pela presença do Meio-lobo gueirreiro, o mascote da banda, no palco enquanto o guitarrista Tiago de Moura executava seu solo.

O baixista Fernando Giovannetti assume os vocais no cover "Enter Sandman" do Metallica, apresentando o baterista Guga Bento. E o show segue quando Eduardo retorna ao palco para cantar "Fly Away", música sobre a história de um pirata escocês que se rendeu.

Para fechar a poderosa apresentação, o guitarrista finlandês Timo Kaarkoski ensina o público a dizer "Nós amamos Tarja Turunen" em sua língua materna. E a Mad Old Lady se despede com "Someone", agradecendo ao público de São Paulo pela calorosa receptividade.

Setlist Mad Old Lady
Vicking Soul
To Blind to See
Prison
Enter Sandman
Fly Away
Someone

Após um intervalo para a troca do equipamento no palco, era a esperada hora da nossa deusa do metal entrar em cena. As 22:10 Tarja abriu seu show com a linda canção "Phantom of The Opera", cover de Andrew Lloyd Webber e tema do musical de mesmo nome. Ela faz uma saudação em português ao público dizendo: "Boa noite São Paulo! Estou muito feliz de estar aqui com vocês!".

Os fãs, que estavam segurando bexigas desde o ínicio do show, as soltam para o ar em "500 Letters", fazendo uma colorida homenagem à turnê "Colours in the Road". A noite segue com "Ciarán´s Well" e "Falling Awake", quando Tarja aproveita a oportunidade para agradecer por todo o suporte que recebe à tantos anos nesta linda jornada, e nas palavras da cantora, o Brasil é como uma casa pra ela, que dedica à nós "I Walk Alone".

Seguimos com as notas vitorianas de "Anteroon of Death" e mais de "Colours in The Dark" em "Never Enough". Tarja, que antes estava com uma blusa preta rendada, retorna ao placo com uma blusa brilhante e saia longa azul, combinando com as cores de sua turnê para cantar "Dark Star" e "Neverlight".

Os fãs não poderiam deixar de formar um coro para gritar "Tarja eu te amo!", que foi respondido com mais palavras em português ao ouvirmos "Eu amo vocês!" da cantora. Após "Until Silence" Tarja anuncia que é um momento especial onde cantará uma música nova: "No Bitter End". Continuando com mais surpresas a finlandesa canta "Goldfinger", cover de John Barry que é tema do filme de 1964 protagonizado pelo agente 007, James Bond.

Um dos fãs próximos ao palco entrega a Tarja uma linda bonequinha de pano dela com seu vestido branco, a cantora conta feliz que guarda cada um dos presentes que ganha e tem uma grande coleção de bonecas. Então encerra esta parte do show com "Deliverance".

Após uma pequena pausa, Tarja volta para o encore vestindo um sobretudo de capuz preto, cantando o single "Victim of Ritual". Para a alegria dos saudosistas podemos ouvir um cover de sua antiga banda Nightwish em "Slaying the Dreamer".

Seus vocais continuam a mostrar toda potência em "Die Alive", do álbum de 2007, "My Winter Storm". Neste momento Tarja apresenta sua banda com o guitarrista e vocalista Alex Scholpp, o tecladista Guillermo de Medio, Pit Barret no baixo, Julian Barrett na guitarra e o baterista Nicolas Polo, que estava fazendo aniversário nesta data e ganhou um bolo no formato de tambor ali no palco.

Esta grande noite se encerraria com "Ultil My Last Breathe", se não fosse pelos pedidos do público por mais, fazendo Tarja e os músicos retornarem para cantar "Over the Hills and Far Away", cover de Gary Moore que já foi gravado em sua voz com o Nightwish. Em uma despedida calorosa, Tarja ficou acenando para nós do palco até o último minuto, retribuindo com ternura todo o carinho que recebeu esta noite e deixando os fãs ansiosos por seu retorno.

Setlist Tarja:
Phantom of The Opera
500 Letters
Ciarán´s Well
Falling Awake
I Walk Alone
Anteroon of Death
Never Enough
Dark Star
Neverlight
Until Silence
No Bitter End
Goldfinger
Deliverance

Encore:
Victim of Ritual
Slaying the Dreamer
Die Alive
Ultil My Last Breathe
Over the Hills and Far Away


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Samsung Best of Blues: Joe Satriani e Artur Menezes em São Paulo
Julieta Venegas no Tom Brasil
The Maine em São Paulo
A Atualíssima Fusão Rock/ Soul: Dead Daisies e Richie Kotzen
Luiza Possi Canta Michael Jackson
Show Barão Vermelho - Turnê #Barãoprasempre
Milton Nascimento em 'Semente da Terra'
Rodrigo Teaser - Tributo ao Rei do Pop: homenagem é marcada pela emoção da data
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.