Site de música   
Coberturas de shows

Overload Music Fest 2015

Compartilhe:


Publicada em 12, Sep, 2015 por Marcia Janini


overload-music-fest-2015.jpg
No dia 6 de setembro, o Via Marquês abriu suas portas para o segundo dia do Overload Music Fest 2015, evento dedicado às vertentes do metal, como o doom e o post. Passaram pelo palco neste dia de apresentações as bandas Antimatter, Mono, Novembers Doom e Paradise Lost.

A banda japonesa Mono causa impacto na fusão de estilos.... Passeando por vertentes como o doom metal em junção com elementos do ethereal, a banda post rock demonstra intenso trabalho de pesquisa musical determinado por sua grande influência na música erudita. Assim, mini suítes de melodias intrincadas e acordes preciosos como em "Death in Reverse", "Pure as Snow" e "Ashes in the Snow" surgem em intensas variações dinâmicas, traduzindo ao clássico o peso rascante de guitarras distorcidas com boa pitada de ousadia e atitude. Interessante e inovador....

Subindo ao palco por volta das 19h15, o Novembers Doom traduz logo no início de sua arrebatadora apresentação toda a fúria do metal, em "Silent Tomorrow" de melodia pesada, repleta de cromatismos, com vertiginosas e bruscas mudanças de andamento e cadência e vocais guturais.

A bateria emoldura a linha melódica das guitarras distorcidas, crescendo em cascatas, numa avalanche sonora extremamente densa, técnica, bem cuidada, demonstrando perícia e agilidade na condução instrumental de "Twilight Innocence". Os perfeitos breaks estratégicos sustentam com propriedade a força do refrão, num cadenciado perfeito. Great!

Após a execução da suave e introspectiva "Clear", com elementos esparsos no medievo e ethereal, surge a execução da intensa "Through a Child's Eyes", prenunciando a frenética e cadenciada "For Every Leaf That Falls", que apresenta aura dark eletrizante, pautada na cadência do death metal... Baixo em dub surge como contraponto à bateria, emoldurando com perfeição a resposta das guitarras, rascantes e duras.

"Serenity Remembered" com seu denso andamento ralentado, traduzindo em sua cíclica e simples estrutura melódica a delicadeza da temática sem descambar na obviedade, antecede as intensas "Autumn Reflection" e "Of Age and Origin (Part 2)" que encerra a passagem da banda pelo festival. Perfeito!

Subindo ao palco por volta das 21h o Paradise Lost, a aguardada atração da noite, já inicia sua apresentação com a execução de um grande hit, a canção "The Enemy", com intensa participação dos presentes.

A execução de "No Hope in Sight", de introdução suavizada para vocal gutural e melodia repleta de cromatismos e bateria cadenciada, em breaks estratégicos e intrincada composição melódica, emoldurado pelas guitarras altas, etéreas, proporcionando aura de charmoso mistério à melodia, traduz mais um momento especial ao show.

Em "Gothic", a bateria cadenciada e os glissandos das guitarras em alta distorção, além do belíssimo vocal feminino (em sample) remetem ao universo dark wave, sem perder a base no doom metal. Interessante e inusitada fusão de estilos que enriquece a melodia, repleta de variações dinâmicas. Intenso!

Após a execução de "Tragic Idol", com influências no classic metal e hard rock, "Erased" explora cadência e andamento nas vertentes do dark wave e ethereal, antecedendo "True Belief", que traduz na cadência heavy e no andamento ralentado a fórmula de uma canção em tudo pautada no clássico, nas origens do metal, em mais um grande instante do show.

A introdução em guitarras distorcidas e bateria cadenciada, traduz à suavizada balada "Victim of The Past" grande teor de dramaticidade, emoldurando a letra de temática introspectiva, sombria. Baixo em dub como contraponto completa a inusitada beleza agressiva da melodia.

Na execução de mais um grande sucesso, surge outro grande ponto de identificação do público com a banda... Explorando o campo harmônico do classic metal, com esparsas pitadas de elementos extraídos do universo doom e ethereal na conversão ao refrão e fraseado vocal malemolente, "Hallowed Land" traduz mais uma excelente passagem do espetáculo.

Para o momento do bis, foram reservados grandes sucessos da carreira como "An Eternity of Lies", "As I Die" e "Say Just Words".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Rodrigo Teaser - Tributo ao Rei do Pop: homenagem é marcada pela emoção da data
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo
The Stylistics Embalam o Valentine´s Day em São Paulo
21o Festival da Cultural Inglesa no Memorial da América Latina
Boyce Avenue no Cine Joia
Sandy faz show em São Paulo com sua turnê Meu Canto
Ratos de Porão e Krisiun no Tropical Butantã
Steve Vai, um dos Deuses da Guitarra, Retorna ao Brasil
O papa da dance music Giorgio Moroder em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.