Site de música   
Coberturas de shows

Caliente Hispano-Latinidade: Alejandro Sanz Em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 20, Mar, 2013 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Na última segunda feira, 19 de março, o Credicard Hall recebeu o intérprete e compositor Alejandro Sanz em única apresentação na capital paulista, para um público estimado em cerca de 5 mil pessoas. O show, que deveria ter ocorrido no domingo, teve sua data adiada por problemas burocráticos.

Por volta das 21h15, as cortinas se abriram, revelando um aparato de cenotécnica impressionante. Três pernas no proscênio à guiza de biombos escondiam o belíssimo cenário, composto por tela de fundo, onde imagens e trechos de videoclipes das canções eram projetados. Das gambiarras ligadas ao urdimento, desciam estalactites que refletiam um verdadeiro espetáculo de luzes e cores, criando belíssimo e inusitado efeito visual. Ousado, criativo e moderno!

Abrindo o espetáculo, a execução da descontraída “Llamando a La Mujer Acción”, seguida por “Cómo Decir Sin Andar Diciendo” traduz mesclada de forma preciosa à rica sonoridade rumbeira elementos do jazz determinado pelo lindo trompete, executado com perícia por uma das backing vocals, traduzindo charme e colorido extra à melodia.

Com extrema técnica e perícia, os excelentes músicos da banda realizam perfeitas fusões das canções do medley composto por “Nuestro Amor Será Leyenda”, “El Alma Al Aire”, “La Habana” e “Quisiera Ser” , alternando canções suaves às mais ousadas, fortes, ditando grandes variações em dinâmica e andamento.

“Camino de Rosas” explorando sonoridades suaves alternadas pelos vibrantes e sensuais acordes do refrão, traduz em seu bojo elementos de baladas pop. Com esparsos elementos eletrônicos que emprestam aura de atualidade à composição, marca mais um bom momento do show.

Algumas gratas surpresas foram reservadas ao público, como a marcante releitura para o clássico da banda inglesa The Police “Every Little Thing She Does Is Magic”, substituindo o andamento ralentado e cadência do reggae para uma rumba deliciosamente temperada com elementos de jazz extraídos dos metais após a execução do segundo medley, este todo voltado para a aconchegante intimidade das baladas românticas.

A verdadeira “jam session” em que se tornou o medley apresentou momentos especiais e dignos de nota, como na execução de “Para Que Me Quieras”, com andamento pautado nas vertentes do jazz clássico e fraseado vocal repleto de divisões silábicas interessantes e insinuantes, numa bela exposição da técnica vocal de Alejandro. Impecável a finalização deste ciclo com “Me Iré”, apresentando participação belíssima do coral formado pelos backing vocals e demais instrumentistas em alternâncias profundas de vozes e tons, expondo em vocalizes perfeitos todo o cromatismo de lindos timbres sonoros. Fantástico!

Surpreendendo mais uma vez o público, respeitosamente divide os vocais de “Bailo Con Vos” e “Você Nâo Pode Surgir Agora”. A elegante canção que revisita de forma suave a bossa nova com Roberta Sá, intérprete que recentemente vem se destacando nas vertentes da moderna MPB, dotada de timbre vocal límpido e grande extensão, traduz à apresentação momentos intimistas.

“Looking For Paradise”, canção ensolarada, ricamente ritmada pela percussão forte e marcante de ascendência afro abre-se à junção com a suave sonoridade latina. Dividindo os vocais com Alejandro, sua backing vocal dotada de voz suave e aveludada encanta os presentes com a exposição de lindas notas altas e solfejos irrepreensíveis nas finalizações. Canção belíssima, alegre e extremamente criativa.

Traduzindo todo o charme de um cante aflamengado, a sentida toná “La Música no Se toca” apresenta especial momento do show, determinado pelo fraseado ágil permeado por suaves solfejos em vibrato no vocal. No refrão, ascende ligeiramente para uma gostosa toada pop, alegre e jovial, que harmoniza com graça a sobriedade inicial. Na finalização o afinadíssimo trio de backing vocals brilha, assim como a dupla feminina formada por guitarra e baixo, em solos elípticos e nada convencionais.

Além destas canções, grandes clássicos da carreira constaram no set list desta apresentação, como “Cuando Nadie Me Ve”, “Amiga Mía”, “Y Se Fuera Ella?” e o grande hit “Corazón Partío”.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
David Garrett em Explosive
Jota Quest Turnê 'Acústico' no Espaço das Américas
O Rappa turnê #ORappanobrennand no Espaço das Américas
Com produção impecável Maluma mostra porque merece o titulo de 'Rei do Reggaeton'
Jack Johnson, Turnê ´Summer Tour - 2017´ no Espaço das Américas
SOJA no Espaço das Américas
HonorSounds: De La Tierra + Armored Dawn em São Paulo
Revolution Radio: Green Day em São Paulo
ANAVITÓRIA o duo que está mostrando cada vez mais que veio para ficar.
Shattered Fortress: Mike Portnoy em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.