Site de música   
Notícias

Revista Coyote Comemora 5 Anos Com Madrugada Cultural

Compartilhe:


Publicada em 27, Sep, 2007 por Musicao


Editores festejam a data com lançamento, leituras, shows, esquetes teatrais e projeções de fotos, curtas e animações no Teatro dos Sátyros 2

A revista literária COYOTE está completando 5 anos de existência e a comemoração será com uma madrugada cultural no Teatro dos Sátyros 2, no próximo dia 6 de outubro (sábado). A noitada começa às 21 horas, com o lançamento da edição de número 15 no Sebo do Bac (saguão do teatro), às 21 horas. Em seguida, à 1 hora da madrugada do domingo, tem início a Noite Coyote, intercalando leituras, shows musicais e projeções, no palco do teatro.

Na programação constam o poeta Ademir Assunção, o dramaturgo Mário Bortolotto, os compositores Edvaldo Santana, Carlos Careqa, Wanessa Bumagny e Linari e a atriz Phedra de Córdoba, que lerá poemas do cubano Pedro Juan Gutierrez. Os atores Paulo de Tharso e Daniella Angelotti apresentarão esquete teatral baseada em poema do francês Leó Ferré. O escritor Daniel Cavana lerá poemas de Julio Cortázar publicados na última edição da revista. Os fotógrafos Juvenal Pereira e Edinho Kumasaka farão projeções dos ensaios fotográficos “Olho de Boi” e “Bibelôs em Transe”. Serão exibidas ainda animações do personagem Tulípio, criado por Eduardo Rodrigues e Paulo Stocker, e o curta-metragem “Melodrama Blues”, de Robson Timóteo, com poema de Marcelo Montenegro e música de Fábio Brum.

Editada pelos poetas Rodrigo Garcia Lopes, Marcos Losnak, Maurício Arruda Mendonça e Ademir Assunção, a revista Coyote vem mantendo uma orientação de radicalidade tanto editorial quanto gráfica. Na décima-quinta edição, que está sendo lançada, traz um dossiê de 8 páginas sobre Julio Cortázar (fragmentos da última entrevista, concedida a Jean Montalbetti, um mês antes de sua morte, e poemas inéditos em português, traduzidos por Cassiano Vianna), poemas do inglês Philip Larkin (traduzidos por Luiz Roberto Guedes), um fantástico lipograma de Bráulio Tavares, fragmentos de livro em andamento de Vicente Franz Ceccim e um poema inédito de José Lino Grünewald, cedido especialmente por sua viúva, Ecila Grünewald. Publica também poemas do angolano José Luis Mendonça, ensaio fotográfico de João Urban, história em quadrinhos de Daniel Caballero e contos do londrinense Márcio Américo, do matogrossense Douglas Diegues, e do carioca Paulo Moreira.

DIVERSIDADE COM RADICALIDADE
“A revista cresceu bastante nesses cinco anos, chegando em diversos países, especialmente da América Latina. Estamos estabelecendo um diálogo intenso com a produção literária e poética do continente, seja da Argentina, México, Chile, Cuba ou dos Estados Unidos, por exemplo. E o que continua nos interessando, além de revelar novos autores, é a parte mais inventiva, radical e crítica dessa produção. Acreditamos que a poesia, a literatura e a arte em geral continuam capazes de provocar abalos sísmicos no real” — dizem os editores.

Em seus cinco anos de existência, COYOTE publicou mais de 180 poetas, escritores, ensaístas e fotógrafos brasileiros, cubanos, argentinos, uruguaios, peruanos, chilenos, mexicanos, norte-americanos, franceses, irlandeses, ingleses, coreanos, eslovenos, egípcios, espanhóis, árabes e chineses. Entre eles destacam-se os brasileiros Domingos Pelegrini Jr, Sylvio Back, Sebastião Nunes, Karen Debértolis, Micheliny Verunschk, Nelson Capucho, Evandro Affonso Ferreira, Sérgio Sant’Anna, Furio Lonza, Nelson de Oliveira, José Agrippino de Paula, Otávio Ramos, André Sant’Anna, Nilo Oliveira, Manoel Carlos Karam, Marcelo Mirisola, Maria Esther Maciel, Neuza Pinheiro, João Gilberto Noll, Marcia Denser e os estrangeiros Mina Loy, Jim Dodge, e. e. cummings, Charles Bukowski e Frank O'Hara (EUA), José Kozer, Reina Maria Rodriguez e Pedro Juan Gutierrez (Cuba), Victor Sosa (Uruguai), Tamara Kamenszain e Hector Viel Temperley (Argentina), Po Chü-i (China), Guillaume Apollinaire e Jacques Roubaud (França), Adonis (Síria), Yi Sang (Coréia), Edmond Jabés (Egito), Leon Félix Baptista (República Dominicana) e Reynaldo Jiménez (Peru).


NOITE COYOTE
Dia 6 de outubro (sábado)
21 horas – Lançamento da Coyote n. 15
1 hora da manh㠖 Leituras, esquetes, projeções e shows
Teatro dos Sátyros 2 / Sebo do Bac
Praça Roosevelt, 124 – (11) fone 3258-6345
Entrada Franca


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Lollapalooza Brasil 2020 divulga line-up por dia
Credicard Hall passa a se chamar Unimed Hall
O show do Muse em São Paulo, dia 09 de outubro, irá mudar de local
Beirut cancelado no Popload Festival
Comunicado sobre os shows das bandas Stryper e Narnia
Samsung E-Festival Instrumental 2018 busca novos talentos da música
Citibank Hall volta a se chamar Credicard Hall
Lollapalooza Brasil 2018 anuncia horários dos palcos
Lollapalooza Brasil anuncia o lineup oficial da edição de 2018
Casa Natura Musical é inaugurada em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.