Site de música   
Notícias

Show de Prince no intervalo do SuperBowl é criticado por puritanos

Compartilhe:


Publicada em 08, Feb, 2007 por Musicao


prince.jpg
Os puritanos e conservadores norte-americanos jamais prestaram atenção ou deram importância ao SuperBowl - a sempre aguardada final de futebol americano que traz em seu intervalo alguma performance bombástica de algum artista consagrado ou em ascensão.

Bom, pelo menos até 2004, quando Janet Jackson e Justin Timberlake enfureceram a "cúpula da decência" nos EUA com uma performance cheia de surpresas. Explica-se: em dado momento do show, uma "disfunção de vestuário" acabou resultando na exposição indevida do seio de Janet.

O acidente provocou a ira dos guardiões dos bons costumes e acabou levando a cantora a pedir desculpas em rede nacional. Timberlake não gostou nem um pouco da reação temerosa de Janet e decidiu ignorar as críticas para se concentrar na bem-sucedida carreira, como acredita que a irmã de Michael Jackson deveria ter feito.

Três anos depois, nada mudou demais. A 41ª edição do SuperBowl contou com uma surpreendente performance do astro Prince, que arrancou elogios até de seus detratores. Sacudindo os ânimos em um estádio completamente lotado, o cantor proporcionou um espetáculo de luzes e efeitos que já está sendo considerado por muitos o melhor show do intervalo da história do SuperBowl.

Mas nem tudo são flores e nem toda chuva é púrpura: a exemplo de Janet e Timberlake, Prince também está sendo alvo de bombardeios morais e cheios de bons costumes por conta de um determinado trecho de seu show. Mais especificamente, durante a execução do clássico "Purple Rain".

A canção, tocada em versão reduzida, foi permeada por um espetáculo pirotécnico e de iluminação. Durante o solo de guitarra, um enorme lençol bege é projetado à frente do palco, provocando um belo show de sombras que desagradou profundamente os puritanos norte-americanos.

Tudo porque a guitarra tocada por Prince é o clássico instrumento estampado na imagem de destaque - desenho este que já é bastante datado e uma das marcas registradas do cantor. Vários grupos conservadores prontificaram-se a criticar a performance apenas porque a guitarra, vista por meio de sombras, apresenta um símbolo fálico "de extremo mau gosto".


Fonte: Terra

[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Demi Lovato adia shows para novembro
John Mayer anuncia os convidados especiais Rodrigo y Gabriela para abrir seus shows no Brasil
Ariana Grande recomeça a Dangerous Woman Tour e shows no Brasil estão confirmados
Racionais MC's vai percorrer o Brasil para comemorar 25 anos de carreira
Biquini Cavadão faz parcerias com artistas internacionais
Shows do One Direction em São Paulo mudam de local
Biquini Cavadão assina com Warner Music
Agridoce encerra turnê em março no Lollapalooza
Box reúne toda a discografia do Planet Hemp
Lulu Santos lança compilação mais completa de sua carreira

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2020 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.