Site de música   
Notícias

Biografia de Elis Regina será distribuída gratuitamente em escolas e bibliotecas públicas

Compartilhe:


Publicada em 07, Aug, 2012 por Musicao


A biografia Viva Elis retrata a carreira de uma das principais estrelas da MPB no Brasil. O livro integra o projeto NIVEA VIVA ELIS, idealizado por João Marcelo Bôscoli sob patrocínio exclusivo da NIVEA.

Escrito por Allen Guimarães, o livro Viva Elis será distribuído em escolas e bibliotecas públicas de todo o país. Composta por 173 páginas, a obra é uma biografia artística de Elis Regina que de forma cronológica aborda momentos marcantes da carreira da cantora. O livro é fruto de uma pesquisa de mais de dez anos que contou com entrevistas de pessoas que trabalharam e conviveram com Elis.

O livro faz parte do projeto NIVEA VIVA Elis que começou oficialmente em 19/03/2012 no Rio de Janeiro, com a realização de Avant-Première e quando Maria Rita subiu ao palco interpretando, pela primeira vez, canções eternizadas na voz de sua mãe. Assim, iniciou-se a primeira etapa do projeto, que contou com turnê consagrada por cinco shows gratuitos promovidos em algumas cidades - Porto Alegre (24/03/12), Recife (01/04/12), Belo Horizonte (08/04/12), São Paulo (05/05/12) e Rio de Janeiro (13/05/12). Outra vertente do projeto é a exposição Viva Elis, gratuita e com formato multimídia. Com a proposta de apresentar seu conteúdo pelo País, a exposição acontece de forma itinerante, tendo já ocorrido em São Paulo e Porto Alegre, localidades em que cerca de 52.500 visitantes prestigiaram o projeto.

Segundo a diretora de Marketing da BDF NIVEA Brasil, Tatiana Ponce, o principal objetivo do projeto NIVEA VIVA ELIS é oferecer ao público brasileiro mais acesso à cultura popular por meio de uma grande homenagem. “Para a NIVEA, a essência do projeto retrata uma harmoniosa relação entre música, cuidado e beleza, aspectos que se conectam de maneira extremamente verdadeira com a intenção de promover esta linda homenagem à Elis Regina”.

Cronologia
Elis Regina nasceu em 17 de março de 1945. Aos doze anos começou a se apresentar semanalmente no programa Clube do Guri, na rádio Farroupilha. Gravou seu primeiro LP - Viva a Brotolândia, em 1961. Em 31 de março de 1964, mudou-se para o Rio de Janeiro, foi contratada pela TV Rio e começou a se apresentar no Beco das Garrafas, onde conheceu a dupla de diretores Miele & Bôscoli e grandes músicos como Dom Salvador, Edison Machado, Luis Carlos Vinhas, Tião Neto e Chico Batera. Em 1965 lançou seu primeiro LP - Samba eu Canto Assim, pela gravadora Philips. Venceu o I Festival de Música Popular Brasileira, realizado pela TV Excelsior com a canção Arrastão, de Edu Lobo e Vinícius de Moraes. Lançou o LP 2 na Bossa, ao lado de Jair Rodrigues - o primeiro disco a vender um milhão de cópias no Brasil. No mesmo ano assinou contrato com a TV Record para apresentar o programa semanal O Fino da Bossa e tornou-se a cantora mais bem paga da TV Brasileira. Em 1967 casou-se com Ronaldo Bôscoli. O primeiro filho do casal - João Marcello Bôscoli, nasceu em 1970, no Rio de Janeiro. Em janeiro de 1971 foi contratada pela TV Globo para apresentar o programa Som Livre Exportação. Em junho, pela mesma TV Globo, passou a apresentar o programa mensal Elis Especial para o qual foi investido um dos maiores recursos da TV brasileira até aquele momento. Nesse mesmo ano foi convocada pelo CIE - Centro de Informações do Exército a prestar esclarecimentos por suas declarações, gestos em cena e por ser "muito afeita a gravar músicas de protesto". Em 1972 foi obrigada a cantar nas Olimpíadas do Exercito. Separou-se de Ronaldo Bôscoli e iniciou seu relacionamento com Cesar Camargo Mariano.
Em 1973 realizou o Circuito Universitário. Como uma trupe mambembe, Elis e seus músicos percorreram cidades do interior de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná.

Em 1974, em Los Angeles (EUA), gravou ao lado de Tom Jobim, o LP Elis & Tom. No ano seguinte fundou sua própria produtora, a Trama e nasceu seu segundo filho, Pedro Camargo Mariano. Em 1977 foi mãe pela terceira vez, nasceu Maria Rita Camargo Mariano. Em 1978 fundou a ASSIM - Associação de Interpretes e Músicos. Em 1981 separou-se de Cesar Camargo Mariano. Em 25 anos de carreira, desde sua primeira apresentação no Clube do Guri, Elis gravou 28 LPs, ganhou inúmeros prêmios, apresentou-se pela Europa, Ásia, África e América Latina. Os espetáculos de maior sucesso foram Elis, Falso Brilhante, Transversal do Tempo, Saudade do Brasil e Trem Azul. Elis Regina Carvalho Costa morreu aos 36 anos, na cidade de São Paulo, no dia 19 de janeiro de 1982.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Lollapalooza Brasil anuncia o lineup oficial da edição de 2018
Casa Natura Musical é inaugurada em São Paulo
Após jejum de 15 anos, Midnight Oil se apresenta em São Paulo
Lollapalooza Brasil 2017 anuncia horários das atrações
Bon Jovi e Billy Idol confirmados no Rock in Rio!
Lollapalooza Brasil anuncia seu lineup final
3ª Mostra de filmes de hip hop
Entradas para o Lollapalooza Brasil 2017 começam a ser vendidas
ADIADO - Show A Flock of Seagulls em São Paulo
Prêmio MIMO Instrumental abre edital de seleção para artistas da nova geração

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.