Site de música   
Notícias

Processo dos Beatles contra EMI pode ir pra frente

Compartilhe:


Publicada em 01, Sep, 2006 por Musicao


beatles.jpg
Após considerações de uma juíza de Nova York, a ação movida pelos Beatles contra a gravadora EMI/Capitol, devido a fraude e royalties devidos poderá ocorrer.

Segundo o advogado Paul LiCalsi, representante de Paul McCartney, Ringo Starr, as famílias de John Lennon e de George Harrison, e a Apple, a sociedade dos Beatles, "Estamos felizes. "Teremos assim a possibilidade de mostrar que a EMI/Capitol agiu de forma fraudulenta em sua gestão das vendas e seus rendimentos sobre os discos dos Beatles."

Segundo cálculos, a ação deve ser de 25 milhões de dólares, no mínimo, além de pretenderem recuperar os direitos de todas as músicas do grupo inglês. O processo deverá ser concluído antes do final de 2007.

As fraudes foram descoberas, de acordo com LiCalsi, após uma auditoria na EMI solicitada pela sociedade dos Beatles.

A EMI foi contatada pela agência AFP de notícias, mas não quis se pronunciar.


Fonte: Terra

[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Megadeth cancela shows no Brasil
U2: The Joshua Tree Tour 2017 adiciona um terceiro e último show em São Paulo
U2 The Joshua Tree Tour 2017: nova data é adicionada em São Paulo
Chris Cornell morre aos 52 anos
Maximus Festival 2017: Linkin Park e Rise Against são as primeiras atrações confirmadas!
Divulgado o line up oficial do Lollapalooza Brasil 2016
Lollapalooza Brasil já tem datas confirmadas para 2016
NX Zero finaliza novo álbum e lança clipe de faixa inédita
Pearl Jam anuncia turnê na América Latina em novembro de 2015
Através de crowdfunding, Esteban Tavares prepara novo disco

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.