Site de música   
Lançamentos

Cavalera Conspiracy - Pandemonium

Compartilhe:


Publicada em 19, Jan, 2015 por Fabiano Cruz


CD-Cavalera-Conspiracy-Pandemonium.jpg
Não tem como negar que Max Cavalera está em sua melhor fase como compositor. Desde a volta a sons mais de suas raízes no aclamado Dark Ages do Soulfly e da junção depois de anos com seu irmão Iggor para formarem o Cavalera Conspiracy, Max se mostrou atualmente um dos maiores compositores no Heavy Metal atual; seu auge particularmente pensei em ter chegado com Killer Be Killed, porém ao escutar Pandemonium, o terceiro disco do trabalho dos irmãos Cavalera, vi que estava errado. Esse trabalho sintetiza tudo o que Max vem fazendo a anos de forma progressiva desde o já citado Dark Ages, culminando em um de seus melhores e mais viscerais trabalhos.

Esqueçam rótulos, aqui o que ouvimos é uma mistura homogênea do Thrash, do Death, do Industrial, que sempre fizeram parte na carreira dos irmãos, principalmente na de Max; o disco soa em uma perfeita agressividade natural, ora soando contemporâneo em sons sinstetizados o clima industrial e frio, ora em sons mais místicos e reminiscentes das raízes de Max: escutem I, Barbarian para compreender o que falo. A pancadaria começa com Babylonian Pandemonium e sem deixar um espaço para respirar Bonzai Kamikazee: é o jogo ganho logo de cara, com duas composições fortes que já prende a atenção e que até mesmo choca a uma primeira audição. O disco não se repete, cada música sua particularidade: Cramunhão é uma peça de puro Death Metal, Apex Predator nos soa futurista com sons acidentais eletrônicos no meio de uma cozinha avassaladora; Insurrection é quase uma desconstrução do Heavy Metal, um som caótico que beira os limites da agressividade do estilo; a faixa bônus Porra é um dos maiores momentos da carreira dos irmãos, uma peça inigualável de violência com sons típicos brasileiros.

Tudo isso só foi concretizado pela competência da banda. Iggor está num momento grandioso, suas batidas soam extremamente firmes e fortes, sendo muito bem acompanhando pelo baixista Nate Newton – que mostra também uma excelente voz a cantar The Crucible. Marc Rizzo simplesmente dá uma aula nas seis cordas em solos muito bem encaixados e riffs matadores. A produção um pouco suja também foi certeira, criando um clima perfeito às canções, senti um pouco mais de trabalho no baixo e na voz de Max, mas não é algo que prejudique o trabalho num todo.

O Cavalera Conspiracy, com esse terceiro trabalho já deixou seu nome no Heavy Metal, sendo um dos melhores trabalhos lançados em 2014. E que Max, nesse momento de criatividade em alta, não deixe “a peteca cair”, pois mostrou que ainda tem muito mais a mostrar... Há.. o passado com o Sepultura? Bem... é passado.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Worst lança Instinto Ruim
“Crucificados pelo sistema” do Ratos de Porão tem relançamento especial
Blind Pigs lança novo álbum Linha de Frente
CD Rygel - Revolution
CD Dr. Sin - Intactus
Novo do Helloween disponível no Brasil
Aline Muniz lança CD “OUTRA”
Vespas Mandarinas lança “O Ovo Enjaulado”
Polysom relança “Lavô Tá Novo”, do Raimundos
Faith No More lança oficialmente novo álbum 'Sol Invictus'

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.