Site de música   
Entrevistas

Entrevista com SupreMa

Compartilhe:


Publicada em 16, Jul, 2013 por Edi Fortini


SupreMa.jpg
Musicão: Vocês já tocaram com bandas internacionais muito diferentes (entre elas Primal Fear, Evergrey, Phanton Rockers e Blaze Bayley). Como os públicos diferentes recebem o som da banda?
Douglas Jen: Primeiramente obrigado ao site pelo espaço e pelo bate papo. Para nós do SupreMa é sempre importante estar em eventos de grande porte, é o reconhecimento que a banda recebe pelo seu trabalho bem feito ao ser convidada para eventos internacionais, ou mesmo para grandes fests que temos feito recentemente. O lance de tocar para públicos diferentes é algo que nos desafia a fazer o que estamos acostumados a fazer, porém cativando públicos diferentes. Mas o som do SupreMa ao final é uma mistura de várias vertentes do heavy metal, que vem do progressivo ao thrash, então sempre temos sido bem aceitos. No Nordeste mesmo onde é o nosso maior público geralmente temos bandas de Thrash ou Death abrindo, ou seja, há uma mescla grande de públicos, mas a galera pira do mesmo jeito, e sempre interage com a banda.

Musicão: O primeiro ep, “Spyeyes” foi lançado em 2004 e o segundo, “Traumatic Scenes” em 2013. São quase 10 anos de espaço e para a banda, isso significou muitas mudanças. O que mudou nesse tempo todo?
Douglas Jen: Com certeza o amadurecimento enquanto músicos e enquanto artistas. A estrada é a grande escola para uma banda, e se você sonha em ser músico ou seguir uma carreira artística, caia na estrada para aprender e conseguir assimilar tudo o que ela te oferece. Durante estes 9 anos fizemos 5 tours Norte/Nordeste, shows pelo sul, grandes festivais e os shows internacionais como citado, e isso fez a banda crescer artisticamente também. Hoje chegamos ao ponto que queríamos, com uma produção de palco impecável, com nosso cenário, nossa equipe técnica e conseguindo levar aos nossos fãs tudo o que planejamos desde o primeiro disco. O amadurecimento musical foi gigante também, pois durante os shows você começa a separar o que funciona ou não ao vivo, e creio que agora o show está bem mais dinâmico também.

Musicão: Algumas bandas estão explorando mais o norte e nordeste do Brasil, com bastante aceitação do público, o que antigamente não acontecia. Como é tocar para esse público? É mais fácil hoje em dia conseguir agendar shows nessa região?
Douglas Jen: Quando a banda fez a primeira tour no Norte/Nordeste em 2008 não era uma coisa muito comum bandas fazerem tours tão seguidamente por lá. O público do nordeste sempre foi muito acolhedor e insano! É incrível você chegar lá e a galera doida pra bater cabeça e dar mosh, cantar sua música e no final do show te receber para fotos e autógrafos. Eles respeitam muito as bandas nacionais, são um público exemplar! Sem contar que a estrutura por parte dos contratantes melhorou também, quem tem a ganhar é a região que cada vez mais receberá shows de maior porte.

Musicão: O fato do novo baixista Fábio Carito (também da Shadowside) estar com vocês agora fortaleceu o vínculo entre as bandas? Vocês têm planos para tocar juntos mais vezes?
Douglas Jen: O vínculo com o Shadowside já existe de um tempo, porém não havíamos tido a oportunidade de fazer algo junto, pois as bandas tinham metas diferentes. Agora que eles voltaram da Eurotour com o Helloween e Gamma Ray e nós lançamos finalmente nosso CD, creio que foi o momento certo de fazermos algo juntos já que somos agenciados pela mesma produtora, a Furia Music. O laço das bandas vão bem além disso, e claro que o fato do Fabio Carito estar nas duas bandas facilita algumas coisas, inclusive no fato de gerenciar a agenda de ambas. Mas o grande fato mesmo é que estamos promovendo a REAL união do Metal Nacional, pois muito se fala, e pouco se faz infelizmente. Estamos provando que é possível sim duas bandas se juntarem para fazer coisas legais juntas. Galera fala muito, mas chega na hora do “vamos ver” é cada um por si. Com o SupreMa e o Shadowside tem sido diferente, caímos na estrada juntos, dividimos equipe técnica, dividimos backline, as duas bandas fazem um baita show e quem ganha com isso é o público das duas bandas. Para coroar isso, sempre fazemos uma Jam ao final do show com todo mundo no palco tocando clássicos do metal mundial! Já fizemos este show conjunto em SP e Manaus, e as próximas cidades a receber este mega evento é Limeira dia 27 de Julho e Jundiaí dia 28 de Julho.

Musicão: Como tem sido trabalhar com a gravadora alemã Power Prog? Há planos para uma turnê fora do Brasil?
Douglas Jen: Tem sido algo fantástico! Eles nos dão um suporte imenso e também ajudam demais na promo do CD. Temos tido uma resposta gigante dos fãs europeus, eles nos abraçaram e a gravadora tem apostado demais neste novo CD. Ainda é cedo planejar uma tour europeia pois temos muitos compromissos no Brasil, e temos alguns lançamentos surpresa para os próximos meses. Mas isso fatalmente acontecerá e queremos levar o nome do Brasil a estes países que tem nos dado enorme receptividade e carinho.

Musicão: O SupreMa deve ter sido uma das primeiras bandas brasileiras de metal a interagir com a tecnologia e lançar um aplicativo para smartphones. Como se deu essa ideia? Como tem sido o retorno dessa ação?
Douglas Jen: O SupreMa sempre foi muito antenado em tecnologia e temos acompanhado tudo o que ocorre na era da informação. Enquanto gravadoras fecham as portas, e bandas reclamam de download, pirataria etc, outros se preocupam em arrumar formas alternativas para continuar trabalhando. O mercado não acabou, ele apenas se sofisticou e agora quem não se adaptar às novas formas de trabalhar vai ficar para trás... Acompanhamos a era de Orkut, Youtube, agora Facebook, e mais recentemente estaremos nos celulares e tablets da galera que tem plataforma Android, onde os fãs vão poder escutar o som da banda, ver fotos e vídeos, e também acompanhar as noticias e agenda de shows. É um presente gratuito que o pessoal pode baixar no http://www.reverbnation.com/suprema/app . A galera tá literalmente pirando!

Musicão: Quais são as principais influências da banda?
Douglas Jen: As influências individuais são bem diversificadas, mas essencialmente ouvimos muito progressivo e thrash metal. Isso nos influencia a ter um som complexo e pesado, mas ao mesmo tempo com belas melodias e refrães marcantes. Para quem ainda não ouviu ainda o som, só acessar www.suprema-online.com

Musicão: Quais são os planos da banda para o futuro próximo?
Douglas Jen: Atualmente estamos iniciando a tour do novo CD, e a partir de agora vamos focar nos shows da tour. Haverão alguns shows no Norte/Nordeste também, lá nosso público é bem forte, e estamos muito ansiosos por tocar lá e levar toda nossa estrutura que utilizamos nos show de lançamento em SP. Temos umas surpresas também que vamos anunciar nos próximos dias, galera tem que ficar atenta no site!

Musicão: Alguma mensagem final para os leitores?
Douglas Jen: Galera, prefiro chocolates meio amargo, por favor! E os bichinhos de pelúcia precisam ser antialérgicos porque tenho asma! Haha :) Brincadeiras a parte, obrigado a todos pela receptividade do “Traumatic Scenes”, tudo tem sido realmente mágico na banda, estamos vivendo um momento inesquecível! Fiquem atentos às novidades que teremos este mês. Contratantes que desejam levar o SupreMa para sua cidade com toda mega-estrutura deve entrar em contato com a Furia Music Produções pelo email contato@furiamusic.com.br . Abraço a todos _,,/


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Dire Straits Legacy Realiza Coletiva em SP
Coletiva Manu Gavassi
Entrevista com Dropkick Murphys
Entrevista com a banda Gemini (Bee Gees Tribute)
Entrevista com o Air Supply
Coletiva de Imprensa com Jamie Cullum em São Paulo
Coletiva de Imprensa Richie Sambora e Orianthi
David Gilmour Concede Entrevista Coletiva
Entrevista com Rosa de Saron
Entrevista com SupreMa

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.