Site de música   
Coberturas de shows

De Volta ao Novo - traz Jota Quest de Volta à São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 05, Mar, 2023 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Jota_Quest_2023.jpg
Na noite de 04 de março, o Espaço Unimed em São Paulo recebeu mais um show da turnê comemorativa dos 25 anos de carreira do Jota Quest, a "Jota 25 - De Volta ao Novo".

Subindo ao palco por volta das 22h45 deste festivo sábado, Flausino e banda trazem toda a vitalidade e energia pop costumeiras, em suas canções que misturam a mineira brasilidade a sonoridades urban.

Iniciando a festa com direito a cascata de confetes e serpentina, a dançante releitura de "Além do Horizonte", clássico de Roberto Carlos, já inicia o espetáculo animando os presentes. Ousados, trazem nos sintetizadores e na forte bateria, além do baixo em dub step, o peso grave do techno.

Grooveira, a excelente "Na Moral" traz o delicioso acento funk no excelente baixo em doom, aliado à bateria de andamento constante e ao carisma de Flausino, nos descontraídos vocais...

Para o divertido hit "Encontrar Alguém", mais uma deliciosa fusão do pop com o soul/funk, no groove cheio de graça, permeado com propriedade pelos arranjos perfeitos do bem temperado teclado de Márcio Buzelin.

A viagem sonora proposta por "Imprevisível" traz os sintetizadores dançantes com elementos que remontam à disco music, com o reforço de bass proposto pela cadenciada e firme bateria de Paulinho Fonseca. Mais um momento dançante e descontraído no show.

Após a execução do sucesso "O Sol", surge mais uma canção repleta de malemolência, com acentos de hip hop no fraseado vocal e elementos das sonoridades urban em "Mais Uma Vez". Fluida e jovial, traduz na letra a leveza cotidiana. Bom momento da apresentação.

Traduzindo a jovialidade linguística em trocadilhos com gírias e expressões populares, a irreverente e divertida "Já Foi" traz mais um ponto alto na apresentação, ascendendo para a vertiginosa cadência ascendente, de andamento frenético, na finalização.

Após a execução da clássica e linda balada "Amor Maior", que apresentou ponto alto de sinergia palco/plateia com o canto em uníssono do público, a swingada "Pra Quando Você se Lembrar de Mim" surge trazendo a guitarra de Marco Túlio Lara em glissandos e acentos altos, aliada ao baixo em contraponto à riqueza da condução da bateria, num cadenciado gostoso, suave. Great!

Com o solo do baixo de PJ em um delicioso groove, surge a introdução para a dançante "Freak Out" (Chic) numa inspirada releitura para um dos maiores clássicos da era disco, onde os backing vocals realizaram um excelente trabalho. Esse excerto surge como música incidental para "Mandou Bem", mais uma canção jovial e descontraída da banda. Momento especial do show!

Indo para o prolongamento do palco em meio à plateia, esta segunda parte do show, apresenta canções semi-acústicas e intimistas, iniciando pela delicada balada "Daqui só se Leva o Amor".

Na sequência, o hit "Fácil" ganha os ares, na brilhante interpretação de Flausino, com seu timbre diferenciado e jovial. Repleto de carisma, entra em conjunção automática com o coro de vozes dos fãs. Lindo de se ver e ouvir!

Um dos melhores momentos do show surge na execução da delicadamente swingada "Vou Pra Aí", determinada pelo brilhante baixo, em diálogo intenso com a guitarra, permeada com graça pelo teclado.

Após a execução da lindíssima "Palavras de um Futuro Bom", surge a clássica releitura para "As Dores do Mundo" (Hyldon), um dos primeiros sucessos da carreira da banda. Amazing!

Após o emblemático solo da guitarra de Marco Túlio, extraindo sonoridades diferenciadas, em glissandos cromáticos e riffs altos, caminhamos para a terceira e última parte da apresentação, ao som da belíssima "O Que Eu Também Não Entendo", com seu elegante andamento ralentado, explorando a diferenciada métrica da singela letra. Grande momento!

Mais uma introdução repleta do bom e velho groove 70's de Jota Quest prenuncia a dançante "Blecaute (Slow Funk)" traduzindo em sua letra marcante e no instrumental cheio de bossa os traços do início do soul/funk brasileiro, sem abrir mão da moderna fusão com o eletro/ pop proposto pela banda. Great!

Após a execução da dorida "O Vento", mais um grande sucesso com a riquíssima condução do teclado de Buzelin, surge mais um marcante momento da celebração dos 25 anos de carreira da banda com o solo da guitarra melódica de Marco Túlio, em acordes solapados para a introdução de "Só Hoje", uma das canções de maior sucesso da banda.

Além destas canções, outros grandes sucessos como "De Volta ao Planeta" e "Do Seu Lado" (Nando Reis) também fizeram parte do setlist que privilegiou com maestria todas as fases da carreira da banda.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Il Divo: XX Anos
C6 Fest: Dia 2
C6 Fest: Dia 1
Faith in the Future: Louis Tomlinson
The Mandrake Project: Bruce Dickinson em São Paulo
Power To Play: McFly em São Paulo
Summer Breeze Festival - Dia 3
Summer Breeze Festival - Dia 2
Summer Breeze Festival - Dia 1
Ages and Stages: Tom Jones Celebra 60 Anos de Carreira em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2024 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.