Site de música   
Coberturas de shows

Paulo Ricardo Celebra os 35 Anos de Rádio Pirata

Compartilhe:


Publicada em 06, Sep, 2021 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Paulo_Ricardo-2021-09.jpg
Na noite de 4 de setembro, o cantor Paulo Ricardo realizou show da turnê de celebração do lançamento de "Rádio Pirata", icônico álbum que completa 35 anos na Áudio Club, casa noturna localizada na zona oeste da capital paulista.

Trazendo grandes clássicos da carreira, o cantor inicia a apresentação por volta das 21h00, ao som de "Revoluções por Minuto", traduzindo toda a vitalidade e energia dos versos fortes, que seguem emoldurados pela bateria cadenciada, em uma das mais celebradas canções da década de 1980.

Na sequência, a urgência de "Alvorada Voraz" traz grande diferencial no diálogo entre o teclado e a bateria firme, contundente. A interpretação de Paulo Ricardo apresenta a atitude repleta de ousadia, e os versos surgem fluidos, lineares, atemporais. Grande momento do show!

Para a divertida "Loiras Geladas", retratando com propriedade cômicas situações românticas, surge um bom ponto de descontração e forte sinergia palco/platéia, num delicioso convite para a dança, seguida pela emblemática "Estação do Inferno".

Após a execução de "A Cruz e a Espada", a delicada "Sob a Luz do Sol", ganha os ares, com sua bela e introspectiva letra, remetendo ao mundo subjetivo dos sentimentos mais recônditos... Calmaria esta magistralmente quebrada pela bateria cadenciada, forte, contundente e pelo vocal lindamente bem colocado de Paulo Ricardo. Amazing!

A introdução repleta de melífluas notas em suspensão para "Pr'Esse Vício", na cadência deliciosa do synthpop, remetendo diretamente à sonoridade dark wave e a vigorosa interpretação do poderoso vocal de Paulo Ricardo fazem deste um dos mais ricos momentos da apresentação.

No delicioso andamento pop "Juvenília" determina suave aura de jovialidade por meio da letra repleta de frases de efeito e grande beleza estética, seguida pelo instrumental vibrante de "Guerra Fria"... Digna de menção a performance dos teclados do estreante Pedro Augusto, traduzindo toda uma aura de suavidade, contrastando com a densidade da letra e da bateria, em correspondência com o baixo contundente em dub, para mais uma imersão nas sonoridades dark do período. Grandes instantes do espetáculo!

Após a execução da clássica "London London" (releitura para a canção de Caetano Veloso), em um inspirado e emocionante momento do show, surge mais uma belíssima versão para "Flores Astrais" (original na voz de Ney Matogrosso e Secos e Molhados).

O show reservava ainda gratas surpresas, nas execuções de "Naja" e "A Fúria do Sexo Frágil", encerrando a noite com a exibição de "Olhar 43".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Paula Toller relembra grandes sucessos da carreira em São Paulo
O Amor no Caos: Zeca Baleiro em São Paulo
Paulo Ricardo Celebra os 35 Anos de Rádio Pirata
Maroon 5 - Tour 2020
Shaman Homenageia Andre Matos em São Paulo
Pra Sempre Lulu
Bohemian Rhapsody: Onde o Rock Se Entrelaça ao Erudito
Milton Nascimento - Turnê Clube da Esquina
Humberto Gessinger Turnê 'Não Vejo A Hora' no Unimed Hall
Norah Jones no Espaço das Américas

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2021 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.