Site de música   
Coberturas de shows

The Pink Floyd Experience in Concert em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 27, Nov, 2019 por Marcia Janini


Pink-Floyd-Experience-In-Concert.jpg
Recebendo mais um show do projeto que alia a sonoridade erudita ao rock, o Tom Brasil em São Paulo apresentou no último sábado, 23 de novembro, sob a regência do maestro Eduardo Pereira, a banda The Pink Floyd Experience.

Sobem ao palco por volta das 22h15 ao som da suave "Echoes", seguida pela delicada e urgente "Breathe", que apresenta na tessitura grande carga dramática expressa na intrincada linha melódica e na fraseado vocal intenso para a urgência da letra.

Para "Have a Cigar", acentos do soft rock aliam-se a esparsos elementos country no andamento ralentado e na estrutura cíclica em rondó, permeada pelo difuso diálogo entre a percussão em firme cadenciado e a beleza da guitarra em riffs altos, repletos de glissandos e cromatismos, em dedilhados intensos.

Trazendo a emblemática introdução entre as pueris notas do carrilhão aliadas ao teclado surge "Pigs (Three Different Ones)", alternando em profundas variações dinâmicas entre estrofe, ponte e refrão, marcadas com a cirúrgica precisão da bateria. Digno de nota o vocal profundo explorando tonalidades guturais com ascendência no refrão, denotando tétrica aura de desencanto em inspirada interpretação.

Com suaves dedilhados do violão na introdução em correspondência com as cordas para "High Hopes", surge o apoio perfeito ao vocal de tessitura grave do barítono que divide a interpretação com a belíssima voz da soprano, em evoluções e modulações precisas, em mais um privilegiado momento do show.

Trazendo a delicada ousadia na alternância entre sonoridades díspares na introdução, evoluindo para a constância da cadência do rock de linhas clássicas apoiada na força das guitarras em acordes solapados e no belíssimo baixo em dub como
contraponto à bateria, "On the Turning Away" encerra o primeiro bloco de canções da noite, permeado pelo contundente teclado em tessitura hammond na finalização. Amazing!

Iniciando o segundo bloco de canções da apresentação, o ágil metrônomo da introdução de "In the Flesh?" surge aliado ao forte tapping da bateria cadenciada, ascendendo para o andamento linear do hard rock, constante nas bem realizadas conversões e na linha melódica desenvolvida pelas guitarras, em intenso diálogo com o naipe das cordas.

Suavemente delicada na introdução "The Thin Ice", traz a perfeição dos vocais da solista em uma inspirada interpretação, onde em meio aos vocalizes e solfejos de grande efeito estético se demonstrou um pouco do enorme potencial vocal da soprano, em modulações extremamente técnicas, de intrincada construção e rara beleza. Great!

Após a execução de "Wish You Were Here" (em homenagem a seu compositor, o guitarrista Syd Barrett falecido em 2006), surge a execução da deliciosa "The Happiest Days of Our Lives", trazendo a delicadeza das guitarras e violões distorcidos em dedilhados e rascantes urgentes, em um momento de grande estesia na apresentação.

Na execução de "Mother" surge mais um ponto alto do show, traduzindo mais um grande momento da performance individual da percussão. Digno de menção o perfeito apoio dos metais nesta canção, aliados à predominância do potente baixo em dub.

Após mais um instante introspectivo de grande beleza com a execução da balada "Goodbye Blue Sky", seguido pela grandiosidade instrumental de "Empty Spaces", surge um dos mais celebrados e aguardados momentos da apresentação na execução da dinâmica "Young Lust", trazendo no apoio do baixo a manutenção da cadência na introdução. Aliado ao teclado em poderosos arranjos robótico/ futuristas e à progressão ascendente das enfurecidas guitarras, surge outro bom momento da apresentação.

Outro grande clássico, a balada "One of My Turns" também apresenta um dos mais dinâmicos instantes da apresentação, com grande ponto de sinergia palco/platéia...

Para "Money" mais uma vez o trabalho diferenciado dos metais surge como importante diferencial na melodia, apoiando o diálogo das viscerais guitarras em distorção. Digna de menção a constância e a grande beleza das dinâmicas cordas emoldurando a intensidade vocal. Great!

Na execução do hit "Another Brick in the Wall", um dos principais e mais aguardados pontos da noite, a explosão de energia instrumental apoia o coro uníssono dos presentes entoando cada verso da letra da canção, com apaixonada entonação. Grand finale para o impressionante espetáculo!

Para o momento do bis, o grande clássico da carreira como "Comfortably Numb" traz mais mágicos instantes de entretenimento aos fãs! Amazing!


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Dark Dimensions Fest: Accept e W.A.S.P. em Guarulhos
Cause and Effect: Keane em São Paulo
Fogueira em Alto Mar: Ana Carolina em São Paulo
The Pink Floyd Experience in Concert em São Paulo
Stratovarius em São Paulo
Djavan - Turnê Vesúvio no Espaço das Américas
Sick Bastards Fest com Infectious Grooves
Festival Nova Brasil FM 2019
Show Me: Sisters of Mercy em São Paulo
´Turn on Your Receiver´: Nazareth em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.