Site de música   
Coberturas de shows

Performance: New Order em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 02, Dec, 2018 por Marcia Janini


New-Order-2016.jpg
Na noite de quarta-feira, 28 de novembro, o New Order, uma das mais aclamadas bandas representantes do synthpop 80's, apresentou no Espaço das Américas em São Paulo mais um show de sua turnê Performance 2018.

Subindo ao palco por volta das 22h00, ao som de "Singularity", repleta de efeitos robóticos determinados pelos sintetizadores e teremin, a banda traduz certo equilíbrio entre a aura retrô de seu instrumental e elementos modernizadores do dance atual.

Para a gostosa "Age of Consent", riffs das guitarras rascantes aliam-se à cadenciada bateria de inspiração post-punk. O andamento ralentado e o fraseado vocal calmo traduzem à melodia suave aura dançante, num flerte com sonoridades pop.

Na sequência "Ultraviolence" traz inspiração na sonoridade dos tambores africanos em contato com a cultura urban dos grandes centros urbanos, em uma composição despojada, onde o reforço de bass nas conversões surge como diferencial... Great!

"Your Silent Face", uma balada dance urgente, traz mais importantes momentos da guitarra de Phil Cunningham em intrincados acordes, traduzindo à melodia roqueira e vigorosa aura de velada sedução.

Para a introdução, melodiosos acordes do teclado em dueto com a força da base eletrônica dos sintetizadores fazem de "Décades" (cover para a canção de Joy Division) atemporal balada pós-moderna. A escaleta traduz o clima jovial de romance e aventura da composição.

"Subculture" traduz na introdução minimal em loopings acento na sonoridade disco, para a pulsante progressão melódica, em um momento de pura descontração na apresentação. Os rascantes riffs da guitarra rítmica aliam-se com perfeição ao teclado fluido. Amazing!

Inovando na introdução com elementos modernizadores surge o grande hit "Love Bizarre Triangle", em uma releitura suavizada de andamento constante. Interessante a fusão tendo a trilha original por base, sobreposta por novos arranjos.

Numa sequência ininterrupta de sucessos, surge "Vanishing Point", mantendo a fidedignidade da gravação original.

Para a empolgante "Waiting for the Sirens´ Call" uma verdadeira avalanche sonora promovida pelos sintetizadores, emoldurando aura levemente sombria dos teclados em cadencia constante. A potente bateria eletrônica mantém o andamento com propriedade.

A clássica "The Perfect Kiss" surge também levemente suavizada na linha melódica desenvolvida pelo teclado. Samplers mesclam-se à firme condução da bateria eletrônica em resposta aos riffs solapados das guitarras. Bom momento da apresentação.

Mais clássicos da década de 80 surgem nas execuções de "Temptation" e "Blue Monday", num convite vigoroso à dança e descontração para momentos especiais da noite...

O momento do bis contou com a execução de covers do Joy Division, encerrando rememorações da proto-síntese do que viria a se tornar o New Order. Para este específico momento, constaram canções como "Atmosphere", "Decades" e "Love Will Tell Us Apart".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
O Death Metal de Beyond Creation e Exhumed Chega à São Paulo
Gilberto Gil e Paralamas do Sucesso - Projeto Versão Brasileira
Lolla Parties: Snow Patrol + Lany
Freshen Up: Paul McCartney em São Paulo
Jota Quest no Acústico ´Músicas Para Cantar Junto´ em São Paulo
Bloco na Rua: Ney Matogrosso em São Paulo
Tommy: A Ópera Rock do The Who chega à São Paulo em Grande Estilo
For the Love of Metal: Dee Snider em São Paulo
Jon Secada no Espaço das Américas
The Jacksons em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.