Site de música   
Coberturas de shows

Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá Revivem Grandes Sucessos da Legião Urbana em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 08, Oct, 2018 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Dado_Villa_Lobos_2018.jpg
Na noite de sexta-feira, 05 de outubro, Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá, membros reminiscentes da Legião Urbana, sobem ao palco do Espaço das Américas em São Paulo por volta das 23h30, para a execução de mais um show da turnê que celebra o lançamento de dois dos mais emblemáticos álbuns da história do rock nacional: "Dois" e "Que País É Este".

Executados na íntegra, os clássicos constantes dos dois álbuns surgem em versões fidedignas às originais, além de inspiradas releituras com novos arranjos e elementos modernizantes.

Iniciando a apresentação ao som da introspectiva "Daniel na Cova dos Leões", com grande energia no perfeito vocal de André Frateschi e nos característicos ruflares da bateria cadenciada, permeadas pelo teclado na finalização, já encerra um grande momento do show, antecedendo a descontraída "Quase Sem Querer".

Após a execução da suave "Eu Sei", a ácida "Índios" surge com andamento suavemente ralentado em relação ao original, uso de reverb em alguns instantes do vocal auxiliam na ambientação da tétrica aura expressa na melodia... Na finalização, grande efeito com os glissandos das guitarras de Dado e Lucas Vasconcellos em distorção... Bom momento!

Para a deliciosa "Acrilic on Canvas" reforço de bass nos vocais e a impecável condução da bateria de Marcelo Bonfá encerram mais um ponto alto da apresentação para, na sequência, a roqueira "Tédio (Com um T Bem Grande Pra Você)" na frenética cadência do punk-rock, unida à versão urgente e intensa para "Mais do Mesmo", trazer alguns dos mais dinâmicos instantes do espetáculo... Great!

Mais uma canção reflexiva, de letra crítica "Metrópole" também surge numa explosão sonora da bateria cadenciada...Teclados de Roberto Pollo com acordes em suspensão entremeando com graça os riffs das guitarras traduzem à melodia ousada aura de rebeldia.
Na sequência, as altas guitarras distorcidas trazem a energia do punk-rock à "Química" e "Plantas em Baixo do Aquário".

Cadenciada, com fraseado vocal ligeiro, e acordes do teclado em tonalidade hammond "Depois do Começo" traduz o divertido andamento new wave à melodia, com leveza e descontração.

A melodia pautada no universo post-punk/ dark de "Conexão Amazônica" determina ao show, na forte dinâmica desenvolvida pela bateria cadenciada, mais um importante ponto do show.

Além dos sucessos "Eduardo e Mônica", "Faroeste Caboclo", "Que País é Este" e "Tempo Perdido" composições de outros álbuns surgem no momento do bis, como "Vento no Litoral", "Será" e Há Tempos".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Sonora: Capital Inicial em São Paulo
Celebrating David Bowie em São Paulo
Gipsy Kings em São Paulo
Z Festival 2018 em São Paulo
Technique and Republic: Peter Hook & The Light em São Paulo
Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá Revivem Grandes Sucessos da Legião Urbana em São Paulo
Verdi e Puccini Revisitados: Andrea Bocelli em São Paulo
Maestro Roth rege fãs e banda ao conduzir São Paulo até os mágicos anos 70
Thirty Seconds to Mars no Espaço das Américas
Turnê Roberto Carlos - Só Para Mulheres

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2018 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.