Site de música   
Coberturas de shows

Act II: Tarja em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 03, Sep, 2018 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Tarja_Turunen-2018.jpg
Na noite de sábado 01/09, Tarja Turunen realizou mais uma apresentação de sua turnê "Act II Release Shows" no Tom Brasil em São Paulo.

Iniciando o espetáculo por volta das 22h00, após a grandiosidade da vinheta introdutória, surge a explosiva "No Bitter End", com o importante diálogo entre guitarra melódica e baixos (elétrico e acústico) nas conversões ao refrão e os belíssimos vocalizes de Tarja, marcando já nos primeiros instantes um pouco alto do show.

Para a cadenciada "500 Letters", toda a urgência expressa pela letra surge no brilhante vocal de Tarja, emoldurado pelos doces acordes do teclado e pelo constante apoio do contrabaixo acústico, em arranjos preciosos.

Trazendo acentos em doom/ groove na introdução "Demons in You" evolui para o andamento heavy, com a potência das rascantes guitarras e a exímia condução da bateria cadenciada. Na finalização do primeiro movimento, intensas variações dinâmicas apresentam frenético andamento em profundos rascantes e glissandos da guitarra, emoldurando os perfeitos vocalizes de Tarja, explorando tessituras altas.

Em "Little Eyes" traduz todo o vigor do reforço de bass determinado pela dupla de baixos em dub e a cadência contundente desenvolvida pela bateria, seguida pela suave balada "Eagle Eyes", num entrelace entre o virtuosismo erudito e sonoridades que conversam com o pop, em especial no andamento ralentado apresentado na linha melódica desenvolvida pela percussão, resultando em uma linda e suavizada balada. Bom momento da apresentação!

Na execução do grande hit "Diva" surge mais um grande momento da performance individual de Tarja, onde as perfeitas modulações desta grande intérprete surgiram em evoluções de grande complexidade técnica, em impressionantes alternâncias de tonalidade e altura. Amazing!

Para a misteriosa aura apresentada no instrumental introdutório da suíte "Calling from the Wild" os acordes em notas suspensas do teclado com propriedade abrem espaço para a explosão dinâmica que viria a seguir, determinada com cirúrgica precisão pela bateria em acentos e conversões nada óbvios. Mantendo a pulsação ímpar e criativa da melodia o perfeito contraponto do baixo! Momento mais que perfeito da apresentação!

Brilhando soberanos, os rascantes acordes introdutórios da poderosa guitarra de "Supremacy" (releitura para canção do Muse) aliam-se ao andamento marcial da bateria, que com sua marcha cadente apoiam a força do vocal suave de Tarja, ascendendo em progressões graduais que culminam em intensos e inspirados vocalizes permeados pela evolução frenética da percussão, de profundas variações dinâmicas! Wonderful!

Após dois medleys que trouxeram trechos de vários sucessos de Tarja com o Nightwish, surge o intimista bloco de canções em versão acústica, trazendo as belas "Love to Hate" e "Victim of Ritual" encerrando momentos de rara beleza na apresentação.

Uma das mais inusitadas performances de Tarja, a versão para "Lanterna dos Afogados" (Paralamas do Sucesso) surge como um grande presente aos fãs brasileiros, em singela e intimista versão que apresentou mais uma vez a maestria do brilhante tecladista da banda.

A aguardada versão de "The Phantom of the Opera" (Andrew Lloyd Weber) surge encerrando com grande ousadia e vitalidade o espetáculo.

"Victim of Ritual" utilizando como música incidental o "Bolero" de Ravel em uma composição arrojada, dinâmica e em tudo surpreendente. Grande finalização para um grande espetáculo!

Para o momento do bis foram reservados os sucessos "I Walk Alone", num interessante namoro com tendências do electro rock, "Innocence", "Die Alive" e "Until My Last Breath".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
British Lion mostra as garras e prova ser muito mais do que um mero projeto paralelo
Summer Break Festival em São Paulo
As raízes de Max e Iggor ressurgem no caos das ruas sujas e escuras do Butantã após vendaval
Em despedida de Machine Messiah em São Paulo, a máquina Sepultura segue engrenada
Festival Nova Brasil FM 2018 traz grandes nomes da MPB em São Paulo
Canta Lulu! Lulu Santos em Noite de Clássicos
Sonora: Capital Inicial em São Paulo
Celebrating David Bowie em São Paulo
Gipsy Kings em São Paulo
Z Festival 2018 em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2018 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.