Site de música   
Coberturas de shows

Novos Rumos do Rock: The Pretty Reckless

Compartilhe:


Publicada em 11, Mar, 2017 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


The_Pretty_Reckless-2016-03.jpg
Na noite da última sexta-feira, 10 de março, a banda The Pretty Reckless realizou show de sua turnê "Who You Selling For" no Espaço das Américas em São Paulo.

Subindo ao palco às 22h40, a band leader Taylor Momsen interpreta o grande hit "Follow Me Down", com seu vocal poderoso, personalizado, ousado. Na cadência do hard rock com elementos da sonoridade heavy, os riffs ensandecidos das guitarras distorcidas ditaram a tônica, emoldurados pelo acompanhamento constante e linear da bem conduzida bateria.

"Since You´re Gone" urgente, na cadência ágil do heavy metal de linhas clássicas, remetendo à sonoridade 80´s, é sucedido pela explosiva "Oh My God", que traduz em seu andamento a força das variações dinâmicas determinadas com propriedade pelas conversões da bateria, em evoluções criativas, ágeis, traduzindo elementos speed e punk em sua composição. Grandes momentos do show!

Com introdução do baixo em dub, "Hangman" segue em delicioso ralentado, explorando acordes rascantes da guitarra, traduzindo esparsas pitadas de sonoridades como o dark wave e o hardcore em curvas melódicas vigorosas, onde o baixo em contraponto à bateria determina as mudanças de andamento, abrindo espaço para breaks estratégicos.

O aguardado momento da noite, na execução do hit "Make Me Wanna Die", em um dos melhores momentos da performance individual de Taylor, onde todo o potencial de seu timbre vocal incomum surge em modulações de grande complexidade técnica, exibindo em sua tessitura grave momentos de brilhantismo. Perfeito!

Em mais um importante momento do show "My Medicine" flerta com o pop em sua cadência suavizada, de andamento constante. Breaks estratégicos na conversão ao refrão e na finalização dão o tom de atualidade à composição.

Para a boa "Prisoner", as guitarras rascantes surgem no acompanhamento aos vigorosos arranjos da condução da bateria, em alquebradas evoluções apoiando a força do refrão.

Num dos mais impactantes instantes da apresentação, surge a força da visceral "Sweet Things", repleta de arranjos de alta complexidade técnica, em profundas alterações de andamento e cadência, remetendo ao rock progressivo. A bateria marcante, contundente, determina a grandiosidade desta imponente composição onde elegância e técnica se aliam.

Raro, nem por isso menos importante momento do show, a suave balada "Light Me Up" convida à reflexão, trazendo suaves pitadas soul no fraseado vocal e na linha melódica, explorando o marcado baixo em dub e bateria em cadenciado.

Dando continuidade à aura intimista, a balada hard "Who You Selling For" traz mais um grande momento na inspirada interpretação de Momsen. Digno de menção o trabalho do baixo de Mark Damon em perfeito contraponto à bateria. Great!

Outros pontos especiais da apresentação surgiram na execução de "Zombie", "Heaven Knows", "Going to Hell" e "Take Me Down". Encerrando a noite, o sucesso "Goin´ Down".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
The Maine em São Paulo
A Atualíssima Fusão Rock/ Soul: Dead Daisies e Richie Kotzen
Luiza Possi Canta Michael Jackson
Show Barão Vermelho - Turnê #Barãoprasempre
Milton Nascimento em 'Semente da Terra'
Rodrigo Teaser - Tributo ao Rei do Pop: homenagem é marcada pela emoção da data
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo
The Stylistics Embalam o Valentine´s Day em São Paulo
21o Festival da Cultural Inglesa no Memorial da América Latina

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.