Site de música   
Coberturas de shows

Christopher Cross em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 08, Oct, 2016 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Christopher_Cross-2016.jpg
Na noite da última sexta-feira (7 de outubro), o Espaço das Américas recebeu em seu palco o cantor e compositor Christopher Cross.

Iniciando a apresentação por volta das 22h15, com "Rendezvous", uma rock ballad de estrutura melódica simples e letra introspectiva, em performance inspirada Christopher estabelece imediata sinergia com seu público.

"Never Be the Same" levemente dançante na cadência gostosa do r&b, traduzindo nos metais representados pelo sax tenor elementos jazzísticos em correspondência à guitarra distorcida de afinação alta, revela bom diferencial ao show.

Para a blueseira "Reverend Blowhard", reforço de bass na bateria cadenciada, aliada ao baixo em dub e ao interessante cânone entre Cross e suas afinadíssimas backing vocals nas conversões ao refrão traduzem a esta melodia ainda maior dinamismo. Bom momento do show!

Após a execução da clássica "Sailing", surge a descontraída "Walking in Avalon", trazendo para a apresentação o espírito das jam sessions, onde ao backing vocal soul aliado ao impecável sax tenor em progressões nada óbvias e repletas de cromatismos, o teclado responde em acordes de ágeis notas encadeadas. Amazing!

Em "Robertab", na cadência do blues bem determinada pelo baixo em dub no contraponto perfeito à bateria cadenciada, aliada ao teclado ágil e à guitarra em riffs de grande complexidade, surge mais um ponto alto da apresentação. Instrumental, a canção traz na marcação dos seus movimentos a suavidade dos backing vocals. Especial!

Em um bloco de canções acústicas, o intérprete traduz ao show aura intimista, aproximando-o ainda mais de seu público.

Assim, "Think of Laura" em delicada versão, demonstra um pouco do enorme potencial vocal de Cross que, acompanhado de seu violão em atitude introspectiva, encanta aos presentes com simplicidade e graça.

Para "Say You´ll Be Mine", o intérprete ganha na execução o reforço das poderosas vozes de suas backing vocals, em cânones inspirados, de grande beleza estética.

O clarinete determina à introdução de "All Right" deliciosa malemolência em acordes repletos de variações dinâmicas. Permeando toda a melodia em contraponto à percussão de acompanhamento cadente e suavizado, o instrumento brilha absoluto nesta canção. Um dos momentos mais belos do espetáculo!

Igualmente digno de menção o excelente trabalho da bateria, em evoluções intrincadas e nada óbvias. Great!

Após a execução de "Arthur´s Theme (Best That You Can Do)" um dos maiores hits de sua carreira em versão fidedigna à original, o grande sucesso "Ride Like the Wind" (também conhecida na regravação feita pela banda Saxon em 1988), traz com propriedade o hard rock com elementos de soul/disco encerrando de forma magistral a grande noite. Perfeito!

No bis, "No Time For Talk" e a boa releitura para "Imagine" (John Lennon) foram reservadas como mais um presente do cantor aos seus fãs.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Solid Rock Festival: Apresentações Épicas em São Paulo
Roberto Carlos Só Para Mulheres
Infinite Content: Arcade Fire em São Paulo
The Wailers em São Paulo
Steve Rothery Band em São Paulo
HammerFall faz dos clichês do metal seus trunfos e volta a entregar aos fãs o que da banda se espera
Trinca de Ases - Nando Reis, Gilberto Gil e Gal Costa
Versão Brasileira com Jorge ben Jor e Criolo
R5, entre e fique à vontade!
Apocalyptica mostra porque o álbum ´Plays Metallica by Four Cellos´ é um sucesso

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.