Site de música   
Coberturas de shows

Capital Inicial Acústico em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 11, Sep, 2016 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Capital_Inicial-2016.jpg
Na noite de sábado, 10 de setembro, o Capital Inicial apresentou-se no Espaço das Américas em mais um show da turnê "Acústico NYC", para público de aproximadamente 6 mil pessoas.

Iniciando a apresentação com a suave e reflexiva "Ressurreição", seguida pela descontraída "A Mina" a banda traduz nos arranjos elaborados e nas letras bem construídas o amadurecimento de um trabalho que mostra na junção com seu estilo característico variadas nuances de sonoridades extraídas do pop rock da atualidade, em composições de alta qualidade estética, mantendo a simplicidade das formas, sem parecer minimalista.

A balada "Mais", outra das canções de trabalho do novo álbum da banda traz no instrumental cadenciado o delicioso swing das baladas pop, aliadas à delicada letra, introspectiva e rica em versos incomuns, onde a poética de linhas clássicas encontra deliciosamente a modernidade.

"Depois da Meia Noite" antecede "Como Devia Estar", belíssima em seus arranjos que remontam ao soul, determinadas pelo teclado em vigorosos acordes de notas suspensas e pelo fraseado vocal de Dinho, em modulações precisas.

O rockabilly expresso em "Doce e Amargo", onde a bateria cadenciada constrasta com a energia e agilidade da guitarra remonta aos primórdios da carreira da banda, em arranjos simples, porém de grande efeito. Bom momento do show!

Em "Respirar Você" a introdução suavemente acompanha o vocal, cadenciado e repleto de atitude na letra urgente, em uma composição genialmente dividida entre a sobriedade das palavras e a efusão do instrumental em crescendo.

A linda "O Lado Escuro da Lua", expressa todo seu valor estético baseada na simplicidade dos arranjos de notas solapadas da guitarra e conversões perfeitas da bateria, firme e constante, surge como mais um excelente momento do show.

Resgatando uma composição da antiga safra de sucessos da banda, a execução da impecável "Olhos Vermelhos" revela mais um importante momento da apresentação, onde a sinergia palco/platéia atinge um de seus ápices. O perfeito instrumental apóia primorosamente a inspirada interpretação de Dinho Ouro Preto, repleta de atitude e frescor.

Trazendo elementos western na introdução, ascendendo para sonoridade urban, a emblemática "Cristo Redentor" traz nas guitarras de arranjos distorcidos repletas de cromatismos a densidade característica do punk rock nacional brasiliense. Great!

"Não Olhe Pra Trás" nas reminiscências da boa letra e na melodia de arranjos simples, deixa entrever no fraseado da melodia suas influências no hard rock clássico, onde a bateria alquebrada sustenta com elegância as conversões ao refrão, permeadas pelo excelente instrumental.

No repertório do show, constaram canções como "À Sua Maneira", "Quatro Vezes Você" e as clássicas "Música Urbana", "Independência" e "Veraneio Vascaína".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo
The Stylistics Embalam o Valentine´s Day em São Paulo
21o Festival da Cultural Inglesa no Memorial da América Latina
Boyce Avenue no Cine Joia
Sandy faz show em São Paulo com sua turnê Meu Canto
Ratos de Porão e Krisiun no Tropical Butantã
Steve Vai, um dos Deuses da Guitarra, Retorna ao Brasil
O papa da dance music Giorgio Moroder em São Paulo
10000 Maniacs em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.