Site de música   
Coberturas de shows

Ana Carolina e Seu Jorge: Simbiose Musical e Muito Amor em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 05, Sep, 2016 por Mumu Silva

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Ana_Carolina_Seu_Jorge_2016.jpg
Dois dos maiores hitmakers da atualidade no Brasil voltaram a se encontrar nos palcos de São Paulo. Duas pessoas da cultura pop brasileira que discretamente questionam e levantam suas bandeiras, e no palco eles levantam toda a plateia e mostram que são dois excelentes músicos, além de ótimos amigos em simbiose plena.

Ana Carolina é mineira de Juiz de Fora, cantora, compositora, instrumentista e produtora. Seu Jorge é fluminense de Belford Roxo, cantor, compositor, ator e multi-instrumentista. Visualmente distintos em suas características básicas, ambos têm em comum o amor pela música, fletam com MPB, Samba, Soul, Rock e tem vozeirões de arrasar qualquer quarteirão.

Tem também em comum o sorriso, a simpatia e o premiado disco “Ana & Jorge”, que foi sucesso de vendas e reproduções no país. Onze anos depois eles estão juntos de volta aos palcos em turnê e no último sábado, 03/09/2016, tocaram em terras paulistanas na casa de espetáculos Espaço das Américas, para um público ansioso em ver esse retorno magistral.

Ana Carolina sobe primeiro ao palco usando um belíssimo e elegante tailleur chumbo, seguida por Seu Jorge em um belíssimo terno preto e gravata prateada, definitivamente a elegância seria a tônica da noite. O show começa com a música “Tanta Saudade”, de Ana Carolina.

Seu Jorge no baixo acompanhava tudo com maestria, e a música que se segue é “Pole Dance”, também de Ana Carolina. Ambos sorriem menos que o habitual até então, mas demonstram concentração e entrosamento. Chega então a hora de Seu Jorge, que canta a dançante, “Mina do Condomínio” e não sobra mais ninguém parado.

Desse ponto para frente começou o revezamento de hits, hora de um, hora de outro. Canções como: “Mais Uma Vez”, “Quem Não Quer Nada Sou Eu”, “Sábado e Domingo”, “Pequinês e Pitbull” e “Vox Populi” foram cantadas tanto pela dupla, quanto pelo público, em alguns momentos chegando a abafar o som que saia das caixas.

As covers, já comum na carreira de ambos, não ficaram de fora: “Coleção” (Cassiano), “Mal-Acostumado” (Araketu), “Tiro ao Álvaro” (Adoniram Barbosa) e a melosa “Talism㔠(Leandro e Leonardo), fizeram a cabeça dos fãs presentes e mostram a diversidade musical da dupla. Fica notório o quanto eles gostam de tocar essas músicas, pois eles se olham, riem, curtem e deixam o clima maravilhoso para quem assiste.

Os pontos altos de Ana Carolina ficaram por conta dos hits “Beat da Beata”e “Garganta”, ambas as músicas magistralmente cantadas por ela e acompanhada pelo público. Os Pontos altos de Seu Jorge ficaram por conta dos hits “Carolina” e “Burguesinha”, é incrível ver como o músico tem o poder de fazer até defunto levantar da cova para dançar.

Mas nada foi mais estrondoso que a o maior hit da dupla, a versão da música “The Blower's Daughter” de Damien Rice, mais conhecida por aqui como “É Isso Aí”. A casa parecia que ia a baixo a cada acorde e a cada verso. Não havia uma só alma ali dentro que não estivesse cantando. Pude ver que bombeiros, bartenders, vendedores e seguranças, todos cantarolavam pequenas partes da música, ali, meio baixinho e escondidinho. Diferente do público que berrava a todo pulmão.

O show então acaba, mas eles voltam para o famoso bis com o público que cantou, dançou e chorou com o show inteiro, pois de fato eles promovem uma explosão de sentimentos tamanha sua diversidade e qualidade musical. Muitos elogios podem ser ditos a Ana Carolina e Seu Jorge, desde a exímia qualidade técnica, até a simpatia extrema de ambos, ou talvez, e porque não, a sensibilidade para criar músicas de sucesso e escolher covers que tocam seu público.

É fato, no palco e na vida eles mostram que são dois músicos excelentes e ótimos amigos em simbiose plena, muito mais que nos divertir ao som de suas músicas, talvez devamos aprender a sorrir com eles e como eles. Devemos aprender a amar e sentir a emoção das pequenas coisas da vida, devemos ser mais sensíveis. Entendo que esse é o recado implícito nesse show, que torço para não demorar mais 11 anos para acontecer de novo.

Um show memorável. Vida longa ao amor de Ana Carolina e Seu Jorge!


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Delain + Vuur no Tropical Butantã
Los Hermanos surpreende em apresentação para 45 mil pessoas em São Paulo
Mark Farner no Teatro Gamaro
Temple of Shadows in Concert em São Paulo
Clube da Esquina: Milton Nascimento em São Paulo
O Death Metal de Beyond Creation e Exhumed Chega à São Paulo
Gilberto Gil e Paralamas do Sucesso - Projeto Versão Brasileira
Lolla Parties: Snow Patrol + Lany
Freshen Up: Paul McCartney em São Paulo
Jota Quest no Acústico ´Músicas Para Cantar Junto´ em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.