Site de música   
Coberturas de shows

É Mágico, é Sonho, é Coldplay em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 08, Apr, 2016 por Marcia Janini


coldplay-2016.jpg
Na noite da última quinta-feira, o Allianz Parque abriu seus portões para mais uma apresentação do Coldplay, que excursiona pela América Latina com a turnê "A Head Full of Dreams".

Subindo ao palco por volta das 21h30, após bela e inusitada introdução com o play back de "O Mio Bambino Caro" imortalizado na voz de Maria Callas, a canção título da turnê "A Head Full of Dreams" ecoa pelo estádio, trazendo excertos dos acordes clássicos de Charlie Chaplin em meio à ambientação festiva, traduzindo em seu bojo a latinidade ensolarada da rumba no andamento, permeada pela atualidade dos sintetizadores eletrônicos, numa viagem aos sentidos.

Em diversos momentos do show, o estádio se tinge de multicor com as pulseiras de leds eletrônicos distribuídas previamente entre o público, acionadas por controle remoto, acompanhando a pulsação das canções num dos mais ousados efeitos de cenotécnica já vistos. Canhões de confetes coloridos e um dos mais intrincados esquemas de iluminação, explorando cores vivas e alegres, resultam num espetáculo grandioso. Amazing!

Após a execução do grande hit "Yellow", a dançante e divertida "Every Teardrop Is a Waterfall" abre espaço para um dos mais conhecidos sucessos da banda, a linda balada "The Scientist", num dos momentos mais importantes da performance individual de seu front man conduzindo a melodia ao piano, emoldurando seu belo timbre vocal, de cristalina suavidade. Grato momento do show!

Na sequência de "Birds", surge a belíssima e suavizada releitura para a eletrônica "Paradise", sucesso de Tiësto, traduzindo às inovações tecnológicas da melodia o delicioso acento clássico do piano bem temperado e da guitarra em afinação padrão. Momento de extrema expressividade estética, onde o antigo e o novo se fundem num amálgama tão bem construído que soam harmoniosos, como se um fosse complemento do outro e desde sempre assim fosse! Perfeito! Na finalização, ares de rave determinados pela incursão de sonoridade dançante próxima ao trance traduz ainda maior dose de ousadia e vitalidade à canção.

Abrindo a parte B-Stage da apresentação, dedicada às canções suaves, de acordes doces e orquestrais ocorre a reinvenção ao estilo tradicional de se tocar piano popular. A introdução é lindamente executada, com extrema perícia aliada à ímpar naturalidade e segurança dos integrantes da banda. Impactante!

Buscando elementos da sonoridade céltica, os tambores aliam-se ao violão country, traduzindo ao folk charme e viço totalmente atuais para a tradicional estrutura em rondó da melodia de "Everglow".

A pop "Magic", com acentos soul para o andamento ralentado determinado pelo pulso do tambor e acordes solapados do violão, surge também como grande diferencial à apresentação.

Explorando sonoridades extraídas das vertentes urban como o hardcore, "Army of One" encerra este criativo bloco de canções de forma despretensiosa, determinada pela melodia de andamento cadenciado e fluidez.

Numa brincadeira musical sobre o tempo e suas nuances, surgem "Clocks" e "Midnight" (trecho) antecedendo a divertida e dançante "Charlie Brown" em um dos mais vibrantes momentos do espetáculo.

Em um momento de rara beleza, a suave "Hymn for the Weekend" cantada em coro uníssono pela platéia junto com seu ídolo determina um dos maiores momentos de comunicação palco platéia.

Aliada à canção anterior "Fix You" traduz na conversão ao refrão acordes encadeados de movimento cíclico, em cromatismos de extrema complexidade, demonstrando a grande agilidade dos exímios músicos, extraindo da velocidade instrumental da guitarra acordes de suavidade surpreendentemente marcante, num efeito sonoro, no mínimo, inusitado!

Após inspirada releitura em homenagem a David Bowie por meio da clássica "Heroes", o estádio celebra a alegria e a simplicidade na execução de "Viva La Vida", uma das mais dançantes composições da banda.

Na manutenção da aura dançante, a discoteca ganha vulto na releitura de "Adventure of a Lifetime", grande sucesso na gravação de Rolling Stones.

No bloco de encerramento da apresentação, os sucessos "Trouble", "Speed of Sound", "Amazing Day", "A Sky Full of Stars" e "Up & Up" são executados com maestria e brilhantismo.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo
The Stylistics Embalam o Valentine´s Day em São Paulo
21o Festival da Cultural Inglesa no Memorial da América Latina
Boyce Avenue no Cine Joia
Sandy faz show em São Paulo com sua turnê Meu Canto
Ratos de Porão e Krisiun no Tropical Butantã
Steve Vai, um dos Deuses da Guitarra, Retorna ao Brasil
O papa da dance music Giorgio Moroder em São Paulo
10000 Maniacs em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.