Site de música   
Coberturas de shows

Brilho das Estrelas: Ringo Starr and His All Starr Band em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 04, Mar, 2015 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Ringo_Starr-2015.jpg
Na noite da última quinta-feira, 26 de fevereiro, o HSBC recebeu um dos maiores ídolos da música pop de todos os tempos. Sir Ringo Starr e banda sobem ao palco às 22h00, já iniciando mais uma apresentação de sua turnê "13th All Starr Band" com a canção "Matchbox" um grande clássico de Carl Perkins.

Com aparato cênico simples composto por ciclorama de tecido, onde se viam estrelas brancas e prateadas de variados tamanhos charmosamente dispostas, e esquema de iluminação igualmente simples, com apenas uma fileira de spots incidentais nas gambiarras e alguns principais no proscênio, o espetáculo privilegiou o mais importante para os fãs, cerca de duas horas do velho e bom rock n´ roll, embalado por canções de própria autoria e covers de grandes hits do rock.

Após as primeiras canções, sendo "It Don´t Come Easy" e "Wings" de autoria de Ringo, sucederam-se inspiradas releituras de clássicos, em sua grande maioria formada por sucessos imortalizados nos anos 80, um dos períodos mais criativos da história da música moderna, interpretados em versões extendidas por ex-membros das bandas que originalmente gravaram estes hits, sendo estes Steve Lukather (Toto), Richard Page (Mr. Mister), Gregg Rolie (Santana), o multi-instrumentista e compositor solo Todd Rundgren, Mark Rivera (Foreigner) e o baterista Gregg Bissonette, conhecido por sua atuação junto a nomes como David Lee Roth e Steve Vai.

Mantendo-se fiel à métrica, Evil Ways (Santana) trouxe o charme da latinidade ao show, seguido por "Rosana" (Toto), surgindo majestosa em seus breaks estratégicos com a presença do bem temperado sax tenor em inspirados solos nas conversões ao refrão, trazendo novamente o encanto e magia do pop rock 80´s, explorando com maestria os intrincados acordes e fusões estilísticas típicas da época. O teclado Hammond, poderoso, emoldura a finalização desta improvisada jam session, num dos mais agradáveis e ousados momentos da apresentação.

Traduzindo à apresentação uma aura mais intimista, o soft rock surge na execução da suave "Kyrie" (Mr. Mister), trazendo em seu bojo esparsos elementos do folk e country rock no andamento cadenciado, de acento contagiante.

Em tom descontraído, a alegre "Bang the Drum All Day" (Todd Rundgren), traz a magia do surf rock, com intrincado trabalho da percussão, em contraponto à bateria e baixo, remetendo às ensolaradas composições caribenhas. Novamente os teclados surgem precisos enriquecendo as finalizações de estrofe. Perfeito!

Na cadência contagiante do rockabilly 60´s "Boys"(The Shirelles), surge como mais um bom momento de sinergia palco/plateia, determinado pela intensa participação do público.
Relembrando um dos sucessos dos Beatles, a execução de "Don´t Pass Me By", na cadência do country rock, traz o perfeito solo de gaita na finalização, encerrando singelo momento do show e continuando com a seleção de canções da banda que o consagrou, Ringo e banda executam "Yellow Submarine".

Outro especial momento do espetáculo "Black Magic Woman/ Gipsy Queen" (Santana), em versão próxima à original, traz todo o brilhantismo vocal de seu intérprete Gregg Rolie, de timbre único, firme e sedutor, traduzindo à melodia perfeitamente conduzida o inebriante charme latino do mambo em esparsos acordes de tonalidade bem pontuada, num impressionante trabalho da percussão. Magnífica releitura!

Após a ótima execução para o cover de "Africa" (Toto), em um momento brilhante da performance individual do belíssimo clarinete, surge mais um grande clássico imortalizado pelo guitarrista Carlos Santana, a emblemática e festiva "Oye Como Vá", pondo a plateia literalmente para dançar ao som da "rumba roqueira". Mais um bom momento do show!

Em mais um momento introspectivo do espetáculo, a romântica e reflexiva "Love is the Answer"(Utopia) surge, precedendo a divertida e dançante "I Wanna Be Your Man" (The Beatles), em mais um ponto de intensa participação do público.

Além destas canções, outros grandes sucessos como "Broken Wings" (Mr.Mister) e "Hold The Line"(Toto) também auxiliaram a coroar de brilho esta brilhante apresentação.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
The Maine em São Paulo
A Atualíssima Fusão Rock/ Soul: Dead Daisies e Richie Kotzen
Luiza Possi Canta Michael Jackson
Show Barão Vermelho - Turnê #Barãoprasempre
Milton Nascimento em 'Semente da Terra'
Rodrigo Teaser - Tributo ao Rei do Pop: homenagem é marcada pela emoção da data
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo
The Stylistics Embalam o Valentine´s Day em São Paulo
21o Festival da Cultural Inglesa no Memorial da América Latina

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.