Site de música   
Coberturas de shows

Noite de rock e cultura no \'Inferno\'

Compartilhe:


Publicada em 26, Oct, 2006 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


10a-convencao-de-tattoo.jpg
No último sábado, 21 de novembro, esta equipe visitou o “Inferno”, recém inaugurado <i>point</i> do rock na região da consolação, onde realizou-se festival com a participação de três bandas alternativas e a presença da equipe responsável pela 10ª Convenção Internacional de Tatoo do Brasil.

A proposta do evento traduziu conceitos como: respeito às diversidades culturais, solidariedade e responsabilidade social através das atrações musicais, com letras carregadas de crítica e muita irreverência.

Abrindo o evento, assistimos ao show da banda “As Cobras Malditas”, ao estilo do hard rock com elementos de blues e metal. Digna de nota a performance do vocalista Alessandro com sua irreverente presença de palco, atingindo em alguns momentos gestuais que o remetiam a Bob Dylan e suas influências musicais inspiradas no blues.

Em excelente apresentação, o show da principal atração da noite, a “Anjos dos Becos”, veterana no cenário alternativo, deu a tônica ao festival. Com figurinos elaborados e um som de primeira linha, levou o público presente a um total clima de descontração. Interessante ressaltar além da presença de um malabarista a mescla de ska, reggae e hip hop, evidenciando as raízes musicais da banda, bem como suas influências na moderna arte circense e na cultura skatista. Em coerentes letras de protesto e críticas sociais, aliadas à melodias dançantes e suaves, as músicas da banda pretendem levar o ouvinte à reflexão.

Encerrando o evento “Os Trovadores de Bordel” trouxeram diversão com suas melodias constituídas numa fusão entre ritmos latinos e heavy metal e letras picantes, que retratam o universo das prostitutas e outros grupos socialmente excluídos.

Leia a seguir a íntegra das entrevistas:


<b>Entrevista concedida por Lílian Perev produtora e assessora de imprensa da 10ª Convenção Internacional de Tatoo do Brasil.</b>

<b>Musicão:</b> No que consiste a Convenção?
<b>Lílian:</b> Este ano a Convenção durou quatro dias, no Espaço das Américas, divulgando o trabalho de 150 expositores entre tatuadores e body piercings. Como diferencial deste ano, trazemos ao público a técnica do Tatau, que consiste em um estilo de tatoo polinésio, totalmente artesanal, utilizando-se de martelinhos feitos com dentes de tubarão.

<b>Musicão:</b> Como surgiu a idéia da criação de um espaço para a exibição da arte do tatoo no Brasil?
<b>Lílian:</b> Inicialmente a Convenção ocorria de forma esporádica, passando a ser anual a partir de sua 4ª edição. Quem introduziu a arte do tatoo no Brasil foi o Leds Tatoo, um cara que conhece muito, viaja para muitos países pesquisando novas técnicas e tendências e que é o idealizador da Convenção.

<b>Musicão:</b> Quais são os propósitos/ objetivos da Convenção?
<b>Lílian:</b> Primeiramente, lutar contra o preconceito sofrido por tatuados e usuários de piercings. O fato de uma pessoa não querer se tatuar ou colocar um piercing é uma opção dela, assim como é uma opção nossa nos tatuarmos e usarmos piercings, o que não dá a ninguém o direito de ofender ou discriminar alguém que curte ser tatuado ou usar piercing. Então, primeiramente lutamos pelo nosso direito de sermos tratados pela sociedade com respeito e dignidade.
Em segundo, mas não menos importante, lutamos pela regulamentação da profissão de tatuador e body piercing, pois queremos levar à público que esta é uma profissão séria, que há profissionais que estudam e pesquisam muito sobre o tema e mantém seus estúdios, diferentemente destas pessoas que trabalham nas ruas, nas praças, sem a menor noção de ética e higiene, causando sérios riscos à saúde de pessoas que procuram seus “serviços”. Justamente pela prática irregular e danosa destas pessoas, toda a classe sofre com o preconceito e o receio de pessoas leigas que até gostariam de fazer uma tatuagem ou colocar um piercing, mas que por medo de uma infecção ou mesmo uma tatuagem mal feita, preferem resguardar-se não realizando “uma mudança tão radical no meu visual”, “posso me arrepender depois” e coisas do tipo.

<a href="/noticia.php?c=8&a=298">Leia a entrevista com a Banda As Cobras Malditas</a>
<a href="/noticia.php?c=8&a=299">Leia a entrevista com a Banda Anjo dos Becos</a>
<a href="/noticia.php?c=8&a=300">Leia a entrevista com a Banda Os Trovadores de Bordel</a>


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Mcfly no Espaço Unimed
End of the Road: Kiss se despede de seu exército de fãs em grande estilo
5o. e Último dia do Rock Brasil 40 Anos em São Paulo
4o. Dia de Rock Brasil 40 Anos
São Paulo recebe a ´Raw Tour´ de Tarja Turunen
3o. dia de Rock Brasil 40 Anos
2o Dia de Rock Brasil 40 Anos
1o. dia de Rock Brasil 40 Anos
Beethoven é Rock n´Roll com a Orquestra Bachiana - Filarmônica sob a regência do Maestro João Carlos Martins
Tão Nosso, Skank se Apresenta em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2022 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.