Site de música   
Coberturas de shows

Noite de Technopop Agita o Interior de São Paulo: Information Society em Campinas

Compartilhe:


Publicada em 19, Mar, 2014 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


Information_Society_2014.jpg
Na madrugada da última quarta feira, 12 de março a casa de shows Kiss and Fly, localizada na região metropolitana campineira em famoso centro comercial, recebeu a banda em grande estilo, para um público de aproximadamente 700 pessoas.

Com bem elaborada e elegante edição de imagens no telão de fundo, realizando alusão direta a cada melodia apresentada, a banda sobe ao palco por volta da 1h00 da madrugada da quinta-feira, "Back in The Day", uma canção na cadência do dance 90´s com elementos do techno e do garage nas conversões ao refrão, empolga o público.

Introdução adotando elementos da robótica, que se repetem esparsamemte no decorrer da melodia "Werk It" surge dançante, sem muita variação sonora ou dinâmica na primeira parte da canção... A segunda parte executada após breaks estratégico sugere na construção melódica uma mini suíte, recurso largamente adotado também no progressive rock... Super criativo!

A inédita "Get Back", na cadência do dance 90´s traduz esparsos elementos de minimal em acordes suaves e notas suspensas do sintetizador, cadência bem conduzida na bateria eletrônica. Dançante e espansiva!

Traduzindo andamento cadenciado, remontando ao charm, vertente da black music, "Make it Funk" é executada em medley com a clássica Running. Apresenta introdução em minimal com andamento presto, remetendo vagamente à sonoridade 70´s da disco music. Ascende em linha vertiginosa e altura para mais um grande clássico "Peace and Love Inc., uma das precursoras da onda dance music no início dos anos 90. Nota para a presença do baixo em dub, trazendo a sonoridade acústica para a sampleada e remixada canção.

A introdução dançante com reforço de bass da (também inédita) balada dançante "Let it Burn", traz a bela interpretação de Kurt explorando notas altas. Acordes em notas suspensas e andamento suavizado sugerem vagamente influências na temática viajante do trance...

Sampler na introdução de "How Long" que surge estranhamente dissonante nesta nova versão com andamento acelerado, saindo da tradicional cadência tecnopop para o frenético dance dos anos 90, com reforço de graves determinados pela bateria cadenciada, denota grande criatividade e ousadia.

"Burning Bridges, canção dance com esparsos acordes suavizantes, remontando ao classic rock de linhas hard como influência, traduz maior densidade determinada pela sempre bem pontuada bateria eletrônica, em contraponto ao teclado e sintetizador... Interessante a linha de baixo explorada, numa condução perfeita, aliada à bateria na definição do andamento. Momento inspirado da performance vocal de Kurt Harland...

"Think" surge em versão muito próxima à original, inovando em break introdutório não apresentado na versão anterior.... Alguns esparsos acordes verticalizadores em profundos bass também conferem à releitura aura de modernidade... Sem dúvida uma canção atemporal, precursora de boa parte dos recursos estilísticos hoje apresentados na música eletrônica...

Nova canção de trabalho, recém produzida que constará do álbum a ser lançado ainda este ano, "Land of The Blind" marca um certo retorno às origens da banda, em andamento próximo ao do technopop e fortes influências no pop rock, com acordes sampleados que remontam às guitarras distorcidas, numa interessante fusão entre rock e música eletrônica tão comuns no final dos anos 80. Criativa e dançante na medida certa, traduz muito do inegável talento e ousadia da banda.

"Lay All Your Love" já apresenta totalmente a cadência e andamento frenéticos do dance 90´s com grande reforço de bass.... Esparsos elementos do techno surgem pontuando com precisão as conversões ao refrão. Interessante!!! Mais uma canção nova de trabalho para o álbum no prelo, com data de lançamento prevista para o próximo semestre.

Em mais um especial momento do show, a interpretação de "Repetition" fiel em cada mínimo detalhe à versão de estúdio, deleita o público presente, em um dos momentos de maior sinergia palco/plateia. Great!

Encerrando a apresentação, a também inédita "Going Going Gone" encerra de forma elegante e animada a boa apresentação. Explorando recursos modenizantes extraídos de sonoridades eletrônicas como o trance, minimal e techno, além de esparsos elementos de sonoridades black como o hip hop em sutis skratches, a canção apresenta melodia constante em andamento e cadência, aliando à tradição o inegável apelo de modernidade. Perfeito!

Além destas canções, todos os grandes clássicos da carreira foram executados, como "Cry Baby", "How Long", "Walking Away" e "What´s On Your Mind".


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
The Maine em São Paulo
A Atualíssima Fusão Rock/ Soul: Dead Daisies e Richie Kotzen
Luiza Possi Canta Michael Jackson
Show Barão Vermelho - Turnê #Barãoprasempre
Milton Nascimento em 'Semente da Terra'
Rodrigo Teaser - Tributo ao Rei do Pop: homenagem é marcada pela emoção da data
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo
The Stylistics Embalam o Valentine´s Day em São Paulo
21o Festival da Cultural Inglesa no Memorial da América Latina

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.