Site de música   
Coberturas de shows

Red Hot Chili Peppers Em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 10, Nov, 2013 por Marcia Janini


Red-Hot-Chili-Peppers-2013.jpg
Para este show, o Red Hot convidou para o número de abertura a simpática banda indie Yeah Yeah Yeahs, que entrou no palco rigorosamente às 20h. A vocalista Karen O, esbanjando carisma e atitude irreverente, interpretou alguns sucessos da banda, que traduz em sua sonoridade uma grande mescla de estilos, com predominância do post punk (visíveis influências em Siouxie and the Banshees, especialmente na tonalidade do vocal). Sua charmosa aura retrô, permeada pela boa condução da bateria cadenciada e cava, contundente de Brian Chase, acompanhada pelo baixo em contraponto e guitarra em acordes etéreos, distorcidos e por vezes dissonantes, traduzem toda a atmosfera dark wave 80´s sem abrir mão da modernidade.

A jovem vocalista impressiona com seu timbre diferenciado, mostrando um grande domínio técnico, passeando com fluidez entre regiões altas e graves. Denota também influências vocais nas divas do jazz/soul, empregando forte tom de criatividade e certa ousadia em suas inspiradas performances.

Apesar da bem sucedida apresentação, o público paulistano mostrou-se apático, em atitude que denotava estranhamento diante da suavidade e do comedido peso apresentado pela banda na execução de suas canções, apenas próximo ao fim da apresentação, o público mostrou-se mais receptivo ao bom trabalho desempenhado pelos jovens músicos.

Aclamado, o Red Hot entra no palco por volta das 22h00 trazendo uma introdução em jam session descontraída e irreverente, como se afinassem seus instrumentos diante do público, estimado em cerca de 30 mil pessoas, numa demonstração de sua costumeira ousadia.

Com o fraseado vocal malemolente e ritmado do hip hip na fusão com o instrumental pop rock pautado em elementos hard na junção com o reggae, a primeira canção “Can’t Stop”, na cadência do hardcore é executada em meio à ovação do público.

O aparato cênico simples apresenta bons efeitos estéticos nos telões que exibem ângulos diferenciados da apresentação em meio a grafismos, imagens sombreadas e sobreposições. Nota para o bem constituído esquema de iluminação, extremamente técnico e harmônico, demonstrando um belo trabalho da equipe de cenotécnica.

A segunda canção apresentada, o grande hit “Dani Califórnia”, traduz um dos pontos altos da apresentação, com intensa participação do público. Na finalização, o ar festivo com arranjos que remeteram às inversões surgidas na disco music determinou um grande diferencial.

Yeah-Yeah-Yeahs.jpg
Belo momento individual do baixo em dub na introdução de “Factory of Faith”, traduzindo interessante mescla da sonoridade latina da rumba na percussão em junção com o rock... Divertida e suave! Os acordes rascantes e cíclicos explorados pelas cordas e teclado traduzem belo diferencial na finalização.

Na sua costumeira explosão de carisma e energia, o vocalista Anthony Kiedis apresenta grande domínio do palco, sempre de forma descontraída, demonstrando todo seu talento de grande front man.

A balada suave, introspectiva “I Could Have Lied”, apenas conduzida por meio dos acordes doces da guitarra e vocal, com suave acompanhamento da bateria e das palmas do público também encerra um bom ponto do show.

Outra grata surpresa “I Like Dirt”, um lado B do álbum “Californication“, explora a sonoridade dub das cordas e belas variações dinâmicas ditadas pela bateria ritmada, blueseira. Great!

“The Adventures of Rain Dance Maggie” traz a sonoridade groove, pautada em elementos da black music, em um momento festivo, alegre da apresentação. Nas conversões ao refrão surgem elementos extraídos da sonoridade latina, remetendo ao vigor e andamento dos ritmos caribenhos, numa grande mescla de estilos.

Vinheta traz a melodia criada pelo grito das torcidas brasileiras, antecedendo mais um lado B executado: “If You Have To Ask”, canção do início da carreira lançada em 1991. Com sonoridade mais próxima ao despojamento do reggae, explora estilo livre e desenvolto no fraseado vocal e nos arranjos apresentados, em mais um momento diferencial da apresentação. Os improvisos em estilo jam session ditaram a tônica desta apresentação, fugindo totalmente do convencional.

Mais um momento introspectivo é determinado pela execução de Dosed, surgindo como fragmento, em curta vinheta introdutória, antecedendo "Under the Bridge", canção que revelou a banda para o público brasileiro no início dos anos 90. Um dos melhores momentos do show, com o maior ponto de verticalização e participação do público.

Adotando a sonoridade dub, e o andamento cadenciado, com fraseado vocal em cacófato, “Ethiopia” também denota mais um pouco da genialidade ousada da banda em mais uma jam session, num interessante dueto entre guitarra e baixo, passando por variados ritmos, desde o jazz até as canções latinas.

Para o momento do bis, a banda preparou uma homenagem ao público brasileiro explorando a sonoridade do samba e da capoeira, com direito a performance de Chad Smith na cuíca e de Kiedis em evoluções que remeteram aos passos do jogo afro, como as “paradas de mão”. Grande momento de sinergia com o público, onde os ídolos mostraram grande destreza também ao identificarem-se com a cultura popular de nosso país.

Do set list, constaram também os grandes clássicos da carreira, como “Otherside”, “Snow”, “Californication”, “By the Way” e “Give it Away”, além de “Meet Me at the Corner” e outras canções do último álbum da banda, lançado em 2011.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Samsung Best of Blues: Joe Satriani e Artur Menezes em São Paulo
Julieta Venegas no Tom Brasil
The Maine em São Paulo
A Atualíssima Fusão Rock/ Soul: Dead Daisies e Richie Kotzen
Luiza Possi Canta Michael Jackson
Show Barão Vermelho - Turnê #Barãoprasempre
Milton Nascimento em 'Semente da Terra'
Rodrigo Teaser - Tributo ao Rei do Pop: homenagem é marcada pela emoção da data
Zé Ramalho Comemora 40 anos de Carreira em São Paulo
Nx Zero grava novo DVD ´Registro Norte´ em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.