Site de música   
Coberturas de shows

Joss Stone no Credicard Hall

Compartilhe:


Publicada em 13, Nov, 2012 por Yuri Murakami


Joss-Stone-2012.jpg
Descalça, como de costume, Joss Stone subiu ao palco do Credicard Hall nesse domingo em São Paulo iniciando sua apresentação com "(For God´s Sake) Give More Power to the People" para um público que lotou a casa em um dia de concorrência com outro show, o de Lady Gaga no Estádio do Morumbi. E, de forma oposta, a cantora apostou na simplicidade e foco na música. Não que Joss precisasse de mais do que isso para prender a atenção de todos.

Sorridente e meiga, mas dona de uma poderosa voz, foi recepcionada por um público empolgado que lhe deu presentes, bandeiras do nosso país e até um boné, o qual ela tentou usar mas simpática disse que não iria combinar com seu visual em um vestido longo.

Grandes hits como "You Had Me", tocada logo no inicio da apresentação, estiveram presentes no setlist, o qual foi mudado pelo público que pediu muitas vezes por "Karma" do álbum LP1 de 2011. Atentendo aos pedidos, Joss perguntou para a banda se haveria como e disse modestamente que não saberia se daria certo já que não haviam ensaiado a canção. Mas não houve o porque se preocupar já que sua banda de apoio é composta de talentosos músicos que permitem à cantora total liberdade no palco.

Ao apresentar "Jet Lag", Joss disse que por ter escrito a canção há muito tempo talvez não se lembrasse de toda a letra. Mesmo que isso ocorresse, o público sabia essa letra de cor e a cantou inteira junto dela. "Doncha wanna ride" e "Bad Habit" foram executadas em sequência sem pausas e depois seguidas por "You´ve got the love", "Put your hands on me" e "Baby baby baby" em outro medley para então Joss ceder um espaço para que seu guitarrista AJ apresente seu solo.

"First Taste of Hate" encerrou a primeira parte após a cantora arrancar alguns gritos do público dizendo que gostaria de ouvir a voz dos brasileiros. Elogios também foram feitos ao país com Joss dizendo que "é o seu local favorito de se apresentar". A plateia não decepcionou a cantora e atendeu ao pedido. Ao retornar para o bis disse, cantando, que essa era a hora mais triste e que não gostava dela pois tinha de partir. E "Right To Be Wrong" foi praticamente cantada pela plateia com a voz de Joss surgindo mesmo só momentos depois.

Demonstrando felicidade, despediu-se do público e deixou o palco enquanto sua banda ainda finalizava os últimos acordes. Estes também foram muito aplaudidos e com pouco mais de uma hora e meia a apresentação chegou ao fim. Mesmo que Joss Stone esteja numa lista de artistas que vem regularmente ao país em todas as turnês, tanto ela quanto o público não parecem se importar. Prova disso foi a lotação esgotada da casa e uma apresentação simples mas extremamente cativante para ambos.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Super Tour de Pet Shop Boys passa por São Paulo
Overload Music Fest 2017
The Vamps em São Paulo
5 Seconds of Summer em São Paulo
In Concert: Roberto Carlos em São Paulo
Information Society na Audio Club - Festa da Toco
Festa Rádio Metropolitana com Skank
Show Lindsey Stirling no CitiBank Hall
Nile em São Paulo
Show do Postmodern Jukebox é recheado de homenagens ao Brasil

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2017 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.