Site de música   
Coberturas de shows

Retorno ao post-grunge: Ed Kowalczyk em São Paulo

Compartilhe:


Publicada em 04, Jul, 2011 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


ed-kowalczyk.jpg
No último dia 30 de junho, o HSBC Brasil recebeu Ed Kowalczyk, ex-vocalista do Live, uma das principais bandas expoentes do movimento post-grunge de final dos anos 90, em apresentação da turnê de seu primeiro álbum solo “Alive” para aproximadamente 5 mil pessoas, com início por volta das 22h00.

A iluminação baixa e densa traduz ambientação sóbria e aconchegante, explorando o jogo de luzes em suaves semi-tons, meia-luz e lusco-fusco.

Já na introdução, traduzindo a dramaticidade do sacro, a inspirada interpretação da Ave Maria de Gounod, em versão para órgão, trouxe todo o potencial vocal do intérprete à capela, apoiado por suave acompanhamento em perfeita técnica, atingindo notas altíssimas num show à parte de afinação e projeção ímpares, revelando o amadurecimento e os novos rumos do cantor.

A canção “All Over You” inicia o show trazendo linha de baixo criativa e guitarra em acordes rascantes, ascendendo ao andamento do heavy metal.

Com o diferencial dos afinadíssimos backing vocals a bateria surge na cadência do hard rock. Riffs esparsos da guitarra remetem com propriedade à sonoridades do metal melódico com inspiração no medievo, tornando a melodia densa em alguns pontos, já introduzindo um grande ponto de verticalização na noite.

Do atual trabalho “The Great Beyond” já surge com cadência e andamento diferenciados, remontando ao grunge 90`s com elementos do synthpop. Alegre, reforça a vitalidade da bateria cadenciada.

“The Distance” traduz em sua melodia densa e letra introspectiva o estilo californiano das baladas românticas, suaves, de sonoridade tranquila. Mais uma vez os backing vocals delineiam tonalidade extra aos refrões, em belos efeitos verticalizantes. A construção melódica bebe na fonte das influências do blues.

“Drink (Everlasting Love)” traduz canção inicialmente composta para o Live em 1996, apresentando mais um momento de romantismo no espetáculo. A harmonia entre baixo e bateria apoia a guitarra em acordes suspensos e levemente ralentados, em mais uma inspirada interpretação do vocal.

A sonoridade urban e suavemente affretada de “Zion”, representa o grunge tardio numa explosão da guitarra e violão de aço em grande perfeição estética, numa finalização graciosa, cativando o público em sua execução.

Single do álbum, “Grace” aponta interessante sonoridade com suaves elementos do country no andamento e punk rock na bateria cadenciada, com o peso do hardcore no refrão, em excelente canção de grande qualidade estética.

Traduzindo a fusão entre rock e vertentes do black, no fraseado vocal do hip hop, “White, Discussion” ascende com peso, seriedade e vigor no refrão… Durante as estrofes, mantém a malemolência brejeira e cheia de bossa, descontraída. Bateria constante e bem pontuada, seguida pelas guitarras em afinação padrão, fundem com perfeição à cadência do hardcore.

Na segunda parte da apresentação, a introdução mesclou na percussão elementos andinos às sonoridades afro, nos pandeiros e atabaques, em grande performance individual dos percussionistas convidados Vinny & Amoy, sob a base de teclados em suspensão. Vocalizes remetem à sonoridade beduína do médio oriente, em momento new age do espetáculo.

Além das canções de trabalho do álbum Alive, Kowalczyk interpretou em inspiradas e fideginas versões os maiores sucessos do Live, como “Selling the Drama”, “The Dolphin’s Cry”, “Heaven”, “Lalone”, “Pain Lies”, “Overcome”, “Lakini’s Juice”, “The Beauty of Grey” e “Dance With You”, em momentos de intense sinergia e comunicação com o público, em uma apresentação marcada pela técnica e carisma de uma das mais belas vozes do rock na atualidade.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Maroon 5 - Tour 2020
Shaman Homenageia Andre Matos em São Paulo
Pra Sempre Lulu
Bohemian Rhapsody: Onde o Rock Se Entrelaça ao Erudito
Milton Nascimento - Turnê Clube da Esquina
Humberto Gessinger Turnê 'Não Vejo A Hora' no Unimed Hall
Norah Jones no Espaço das Américas
Dark Dimensions Fest: Accept e W.A.S.P. em Guarulhos
Cause and Effect: Keane em São Paulo
Fogueira em Alto Mar: Ana Carolina em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2020 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.