Site de música   
Coberturas de shows

Novas tendências do eletropop: 3OH!3

Compartilhe:


Publicada em 21, Apr, 2011 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


3oh3-2011.jpg
A dupla norte-americana Sean Foreman e Nathaniel Mott que está revolucionando e quebrando vários conceitos pré-estabelecidos em música apresentou-se ontem, 20 de abril, no Via funchal, em São Paulo, para um público de aproximadamente 6 mil pessoas.

A sonoridade inusitada e moderna verificou-se já na vinheta de introdução da banda, em inusitadas fusões entre eletrorock e rap.

Num eletro pesado, remonta ao tecnopop 80`s “Starstrukk”. Extremamente dançante, põe a garotada para agitar e se divertir ao som da dissonante e divertida melodia, com riffs de guitarra esparsos nas finalizações.

Direcionando-se ao fraseado do hip hop, “Beaumont” alia-se aos poderosos agudos do sintetizador, traduzindo andamento e cadência da melodia à vertentes do black como charme e r&b.

Uma das canções de grande sucesso da banda “My First Kiss” traz ao synthpop uma dose extra de agito com elementos extraídos do house.

O eletrotrance de “Double Vision” surge como um dos maiores momentos do show em verticalização e inovação sonora, apresentando efeitos robóticos que determinam ao fraseado hip hop tonalidades bem mais interessantes em conjunto com a cadência viajante e frenética do trance.

“Colorado Sunrise” traz em sua introducão notas suavizantes que remetem ligeiramente ao country rock 70`s, ascendendo vertiginosamente para o eletro rock de andamento acelerado e pulsante. Dançante sem perder o tom, traduz energia e vitalidade num bom exemplo de sonoridade utilizada em eventos esportivos.

A excelente “I`m Not Your Boyfriend” já traz toda a malemolência do hip hop, com bateria cadenciada que aponta traços do classic rock 70`s, num perfeito casamento entre estilos eletrônicos da atualidade e suaves nuances do retrô. Refrão remete em alguns pontos à sonoridade new wave 80`s, com letra satirica e divertida.

Além destas canções “House Party”e “I Can`t Do It Alone” também constaram do set list da divertida e descontraída apresentação.

Nota para o enorme carisma e vitalidade dos líderes da banda em sua ótima comunicação e desenvoltura com o público, além da ousadia e criatividade expressas nas canções.

Num momento inesperado, Nathaniel Mott revelou-se excelente beat box, numa demonstração de grande habilidade técnica.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Maroon 5 - Tour 2020
Shaman Homenageia Andre Matos em São Paulo
Pra Sempre Lulu
Bohemian Rhapsody: Onde o Rock Se Entrelaça ao Erudito
Milton Nascimento - Turnê Clube da Esquina
Humberto Gessinger Turnê 'Não Vejo A Hora' no Unimed Hall
Norah Jones no Espaço das Américas
Dark Dimensions Fest: Accept e W.A.S.P. em Guarulhos
Cause and Effect: Keane em São Paulo
Fogueira em Alto Mar: Ana Carolina em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2020 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.