Site de música   
Coberturas de shows

Capital Inicial apresenta Das Kapital

Compartilhe:


Publicada em 21, Feb, 2011 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


dinho-ouropreto-2011.jpg
A noite do último sábado, 19 de fevereiro, trouxe ao público paulistano belos momentos de reflexão aliados à diversão e irreverência costumeiras nasapresentações de uma das bandas ícones do rock nacional, o Capital Inicial.

Em show da turnê de seu novo trabalho, o recém lançado álbum “Das Kapital”, a banda apresentou-se no Credicard Hall subindo ao palco por volta das 22h30.

Já na introdução, prenunciou-se o forte tom crítico e vigoroso da apresentação, trazendo “Smells Like Teen Spirit” (Nirvana) na intro, com o apelo de imagens retrô e discurso nazi de fundo. Impactante e contestador…

O retorno às origens punk do início da banda são perceptíveis em várias faixas do novo CD, muito mais roqueiro e ácido em relação aos trabalhos anteriores, onde a temática das canções tendeu às baladas introspectivas e hits pop. A bem conduzida apresentação dá uma excelente mostra do peso e qualidade ímpar deste novo trabalho, com letras elaboradas, bem construídas, trazendo o estilo de protesto e indignação que os consagrou nos anos 80, além de melodias intrincadas, arrojadas, de arranjos preciosos e pesados, na cadência o bom e velho rock n`roll em suas mais variadas vertentes, passando de deliciosos arranjos influenciados pelo blues e jazz, até variações com elementos extraídos do rock a billy, hard rock, hardcore e heavy metal.

Abrindo o espetáculo, “Ressurreição” realiza com competência a ponte de ligação de “Das Kapital” com os últimos trabalhos da banda, traduzindo densidade e introspecção na letra aliada à deliciosa cadência pop da melodia, charmosamente complementada pelos riffs de guitarra distorcida com afinação próxima ao heavy. Suave e distante arzinho ska nos refrões auxilia na composição de uma aura despojada à melodia.

Uma das pérolas do CD, “Quatro Vezes Você” traduz toda a jovialidade e irreverência da banda numa levada punk, determinada pela contagiantecadência da bateria de Fê Lemos. A divertida letra a torna ainda mais interessante… Para agitar ao extremo, surgiu como bom momento na apresentação.

Outra excelente canção do novo álbum, “Como Se Sente”, consistente nos arranjos urgentes que remetem à cadência dark, imprime à letra crítica e reflexiva energia, de forma criativa, como há muito não se via no rock nacional.

“Respirar Você”, deliciosa em sua letra romântica na junção com a melodia pontuada por exímios riffs de guitarra demonstra um bom exemplo do hardcore de inspiração clássica.

Revisitando o hard rock, “Como Devia Estar” traduz um gostoso ar blueseiro já na introdução por meio da afinação diferenciada das guitarras, que ditam a tônica da deliciosa melodia, numa das gratas surpresas do novo álbum.

Emprestando um delicioso toque heavy metal às composições do novo CD, a lacônica “Marte em Capricórnio”, de andamento rápido e contagiante aliada à letra madura, não compromete seu lado jovial, em mais uma boa canção deste recente trabalho.

Além destas canções, também surgiram no seleto repertório “Vamos Comemorar”, “Não Olhe Pra Trás”, “Vivendo e Aprendendo”, “ À Sua Maneira” e “Depois da Meia-Noite” do novo álbum.

Verticalizando o espetáculo, antológicas canções da fase inicial da carreira colocaram o público literalmente para agitar. Entre estas “Que País É Esse”, “Natasha”, “Fátima”, Veraneio Vascaína”, “O Mundo”, “Primeiros Erros”, “Fogo” e a clássica “Leve Desespero”.

Para o momento do bis, mais clássicos foram reservados, como a belíssima “O Passageiro” e “Independência”.

Garantindo o clima efusivo de descontração, alguns covers auxiliaram a manter o tom do show, como a inspirada homenagem à Bon Scott do AC/DC (um dos maiores vocalistas de sua geração) na execução de “Highway to Hell”, “We Will Rock You” (Queen), “Whola Lotta Love” (Led Zeppelin) e “Mulher de Fases”dos Raimundos.

Cerca de 5.500 pessoas assistiram à ótima apresentação do Capital, desfrutando de uma noite em que além de rememorar seus clássicos favoritos o público conheceu, quase que na íntegra, o novo material de trabalho, que desponta como um dos melhores álbuns de rock nacional surgidos nos últimos tempos, contando com o sempre inegável carisma e bom humor de Dinho Ouropreto e o virtuosismo de Flávio e Fê Lemos. Impecável!


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Show Me: Sisters of Mercy em São Paulo
´Turn on Your Receiver´: Nazareth em São Paulo
Com ingressos esgotados, The Offspring e Bad Religion animam a noite de terça-feira em São Paulo
Samsung Best of Blues 2019
Final Revival Tour: Creedence Clearwater Revisited em São Paulo
Nova Orquestra: Zed Zeppelin em Concerto Tributo ao 50° Aniversário
Shine a Light: Bryan Adams em São Paulo
Após mudança de local, Muse faz apresentação completa e futurística em São Paulo
Nickelback em São Paulo
Legacy of the Beast: Iron Maiden em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.