Site de música   
Coberturas de shows

Titãs “Embalam” O Rock Engajado em “Sacos Plásticos”

Compartilhe:


Publicada em 20, Sep, 2009 por Marcia Janini

Clique aqui e veja as fotos deste show.


paulo-miklos.jpg
No último sábado, 19 de setembro, os Titãs realizaram show de estréia de sua nova turnê “Sacos Plásticos” na casa de espetáculos paulista Citibank Hall, com início às 22h00.

Ao fundo de cena, cicloramas apresentaram durante o espetáculo imagens como a pintura concreto-figurativa, onde grafismos em vermelhos e azuis ganharam destaque na sobreposição ao fundo roxo, variando nas tonalidades de acordo com a iluminação e, o símbolo da turnê, que revelou na escrita em tipos que remetem ao psicodelismo fatores de poluição ambiental (lixo, supermercado, gases tóxicos, sacos plásticos), revelando o sempre presente engajamento da banda aos problemas sociais cotidianos.

A privilegiada e bem cuidada iluminação explorou de forma magistral diversos matizes de cor, num verdadeiro show à parte, com spots móveis que despejavam vertiginosos feixes de luz em várias direções e criaram grandes efeitos visuais, como o grafismo, pontuados por projeções paralelas e transversais, na elaboração de intrincados efeitos de luz e sombra, perspectiva e justaposição. Belíssimo!

O espetáculo teve início com a execução da inédita “Amor por Dinheiro”, que apresentou letra ácida e repleta de crítica aos costumes. A bateria cadenciada em vibrante condução, os breaks estratégicos que pontuaram com grande precisão técnica e excelente refrão de conversão bem explorado fazem desta mais uma bela composição do grupo.

Mais uma faixa do novo álbum, a introspectiva balada “Antes de Você” traduz em sua bem construída letra certa tendência ao romantismo e aos dilemas existenciais das relações afetivas. Melodia consistente e suave, de belos arranjos e ricos acordes convidam elegantemente o ouvinte a realizar um olhar crítico sobre seus próprios anseios em relação ao outro.

O clássico “Diversão”, do álbum “Jesus não tem Dentes no País dos Banguelas” de 1987 surge com nova roupagem, numa versão mais suavizada em andamento e cadência. Teclados auxiliam na ambientação, traduzindo-se em maior leveza e descontração, em contraponto à versão original, mais pautada nas tendências do punk rock, com predominância de staccatos e breaks de efeito. Brilhante releitura!

Outro momento chave do espetáculo, a execução da ácida “Disneylândia” (1987) trouxe ponto alto de reflexão, por meio de sua bem pautada crítica ao imperialismo estrangeiro e à sedução do capitalismo opressor no terceiro mundo. Protesto cheio de bossa e atitude!

Na execução de “Polícia” (1986), a vinheta “Maria Bonita”, rondó extraído do cancioneiro popular, surge como deliciosa brincadeira introdutória à fidedigna execução deste grande clássico, num dos maiores pontos de verticalização do show. Excelente finalização com mini-solo de guitarra de Branco Mello.

“Vossa Excelência” (2005) assemelhando-se às canções de protesto punk 80’s foi executada de forma fidedigna à versão original, revelando-se mais atual que nunca em sua temática. O pequeno trecho de “comício” declamado entre as estrofes traduz ainda maior teor de indignação ante os descalabros da política nacional. Genial!

“Epitáfio” (2001) também apresentou mais um grande momento, com intensa participação do público, traduzindo nas palmas o andamento da canção. Lindo!

Nota para a excelente canção título do novo trabalho “Sacos Plásticos”, de letra crítica aos costumes sociais, que retrata de forma inteligente e bem humorada tema recorrente em nossos dias, a questão do tratamento dispensado ao lixo e à proteção ambiental. Bateria cadenciada e guitarras distorcidas traduzem à melodia boas variantes em andamento e cadência, lineares, com criativos e inusitados arranjos nas conversões ao refrão. Charme extra é ditado por esparsos efeitos do teclado e das pedaleiras de efeito, em inserções bem medidas e pesadas.

Além desses, outros grandes sucessos foram executados em versões fidedignas aos originais, brindando os ávidos fãs com um espetáculo descontraído, onde a tônica foi ditada pelo já conhecido carisma e tom de irreverência da banda, em show digno de um dos principais nomes do rock nacional, onde a incrível comunicação palco/platéia foi constante.

No bem seleto set list, canções de várias fases da carreira como “AA UU”, “Bichos Escrotos”, “Porrada”, “Cabeça Dinossauro” e “Homem Primata” do lendário álbum “Cabeça Dinossauro” de 1986; “Flores” e “O Pulso” , ambas de 1989, “A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana” (2001), “Lugar Nenhum” (1987), “Sonífera Ilha” e “Go Back”, do álbum de estréia da banda de 1984 e a regravação ao clássico “Aluga-se” de Raul Seixas do álbum “As Dez Mais”(1999).

E, para quem achava que a já brilhante apresentação havia chegado ao seu final, a banda surpreendeu a todos na volta para o “momento Bis”, que apresentou mais uma canção do novo trabalho, a deliciosa balada “Quem Vai Salvar Você do Mundo”, repleta de inversões e trocadilhos nos versos iniciais das estrofes, traduzindo grande efeito e impacto com este simples recurso lingüístico, aplicado de forma suave na construção da singela e delicada letra. A melodia apresenta bons recursos, como a introdução dos teclados e andamento cativante inspirado em sonoridades pop.

Além desta, “Pra Dizer Adeus” e “Televisão”, ambas de 1985 e “Marvin” (1984) encerrariam o aclamado espetáculo, entretanto, houve a necessidade de novo retorno da banda ao palco, atendendo ao pedido insistente dos fãs que, aos brados, clamavam sua presença e aguardavam ansiosos por seu breve retorno, que não tardou, com os reprises de “Porrada” e “Flores”, em momento de intensa descontração, demonstrando mais uma vez que os gigantes roqueiros estão de volta, com a mesma energia, atitude e força que os consagrou e, é óbvio, muito rock n’ roll, em altíssimo e bom som! Ave Titãs!




[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Maroon 5 - Tour 2020
Shaman Homenageia Andre Matos em São Paulo
Pra Sempre Lulu
Bohemian Rhapsody: Onde o Rock Se Entrelaça ao Erudito
Milton Nascimento - Turnê Clube da Esquina
Humberto Gessinger Turnê 'Não Vejo A Hora' no Unimed Hall
Norah Jones no Espaço das Américas
Dark Dimensions Fest: Accept e W.A.S.P. em Guarulhos
Cause and Effect: Keane em São Paulo
Fogueira em Alto Mar: Ana Carolina em São Paulo

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2020 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.