Site de música   
Coberturas de shows

Os Paralamas do Sucesso no Citibank Hall

Compartilhe:


Publicada em 23, Jun, 2009 por Anderson Oliveira

Clique aqui e veja as fotos deste show.


herbert-vianna.jpg
Noite fria de sexta-feira, um bom público preencheu as mesas do Citibank Hall em São Paulo para receber o início da turnê de “Brasil Afora”, novo álbum dos Paralamas do Sucesso. Com as cortinas do palco fechadas e muito dub (vertente eletrônica do reggae) como som ambiente, o show teve início 50 minutos após o horário marcado, gerando grande expectativa nos presentes. Seguindo a linha de som que estava sendo tocado, o som da bateria de João Baroni começou a tomar conta do lugar à medida que as cortinas iam se levantando e revelando um palco extremamente colorido, com a banda já posicionada dava início ao espetáculo.

Foi com os acordes de “Sem Mais Adeus” parceria da banda com Carlinhos Brown, que o show teve início; bem recebida pelo público, com um início baseado no andamento típico de reggae, a música cresce com o tempo e se torna um ótimo e empolgante rock, o primeiro hit da noite foi “Dos Margaritas”, que foi tocada com um andamento muito mais pesado que de costume, algo que viria a predominar na execução de vários clássicos da banda.

“Pólvora” serviu de aperitivo para um dos maiores clássicos da banda, “O Beco”, destacando, pela primeira vez no show o característico arranjo de instrumentos de sopro que acompanha a banda há tantos anos. Com “Ela Disse Adeus” e “Cuide Bem do Seu Amor”, além do eterno hit “Romance Ideal”, músicas já conhecidas do público nos últimos anos, o espetáculo crescia em vibração e não era difícil ver manifestações cada vez mais efusivas nas mesas do Citibank.

Com “Bora Bora” o show voltou a ganhar em velocidade, o som estava alto e muito bem equalizado, mantendo todo público presente sempre focao no palco. Mesmo trabalhando na divulgação de um novo álbum, executando “Meu Sonho” e “A Lhe Esperar”, os Paralamas do Sucesso escolheram um set para fazer qualquer fã mais saudosista não ter do que reclamar. “Perplexo” e “Calibre” marcaram o momento mais pesado do show, mas o ponto alto viria na sequência, com a apresentação de “Meu Erro”, que dispensa apresentação e mostra uma banda que sempre traz novidades em músicas que, só pela sua introdução, fariam qualquer lugar vir abaixo, novamente destaque para a participação dos instrumentos de sopro.

A partir daí a banda se postou toda mais a frente do palco para execução de algumas músicas em formato semi-acústico, é quando o fundo colorido do palco cai e exibe agora um fundo em tons de marrom com clara menção ao Nordeste, pois é quando “Mormaço” (parceria com Zé Ramalho), transitando entre o forró e o rock, é executada, sendo seguida de Rio Severino.

“Caleidoscópio” foi executada com uma performance cheia de blues e com citações de Hebert ao estilo durante a letra; na sequência “Uns Dias” proporcionou um dos maiores pontos altos do show, primeiro pelo aspecto técnico, com uma peformance irrepreensível da banda, destaque para João Baroni, mostrando o motivo de ser considerado um dos melhores do país, segundo pela participação do público.

A banda é apresentada e o primeiro cover da noite é executado, trata-se de “O Vencedor”, música dos cariocas do Los Hermanos e que foi cantada pelo próprio Baroni ao retornar para sua imensa bateria. “A Novidade” foi outro ponto alto do show, com uma longa introdução e grande participação do público.

A partir dali Hebert pediu que todos se levantassem e a festa, que já havia começado há tempos, ganhou em vibração, já que todos se posicionaram a frente do palco para cantar com a banda hits como “Loirinha Bombril”, “Alagados” e “Uma Brasileira”, sequência que marcou o fim da primeira parte do show, a banda agradeceu muito e se retirou do palco. Poucos minutos depois, retornando para um bis recheado de clássicos, a banda abriu com a belíssima “Lanterna dos Afogados”, seguida de outro cover, dessa vez de “Sonífera Ilha” dos Titãs, “Ska” e “Vital e Sua Moto” deram números finais a uma apresentação irrepreensível, mostrando uma banda que parece não esgotar sua criatividade.

A escolha certeira de um set list onde clássicos foram soberanos e executados sempre com novidades foi crucial para que músicas do novo álbum ganhassem destaque na apresentação, tornando-se mais alegres e mostrando que a banda está em um ótimo momento. Começa agora mais um novo ciclo na vida dos Paralamas do Sucesso, é hora de levar esse grande espetáculo “Brasil Afora”.


[ << Ant ]    [ << Mais notícias ]    [ Próx >> ]
 

Mais notícias
Orquestra Petrobras Sinfônica Toca Black Álbum do Metallica em São Paulo
Rodrigo Teaser - Tributo à Michael Jackson
Nós do Rock Rural + Encontro Marcado em São Paulo
Ok, Ok, Ok: Gilberto Gil em São Paulo
Atitude 67 e Vitor Kley
The Neighbourhood em São Paulo
Leather + Raven na The House
Capital Inicial: Turnê Sonora em São Paulo
'O Que Importa É a Gente Ser Feliz': Fábio Jr. em São Paulo
Turnê 'Novas do Roupa', Roupa Nova no Espaço das Américas

 
 
 
 
 
 Busca
 Siga o Musicão nas redes sociais
Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram Siga-nos no Tumblr Google Plus Youtube Pinterest
 Últimas Notícias
 Agenda de shows
Criação de Sites
Serviço
Arquivo de notícias
Equipe do Musicão
Release do site
Política de Privacidade
Contato

© 2006-2019 Musicão - Todos os direitos reservados - Proibida cópia de conteúdo parcial ou integral.